Família

Pai desabafa sobre paternidade e diz que filhos são bênçãos e nunca um fardo!

Homem fala sobre sua experiência e compartilha sua visão sobre a criação dos filhos.



Para criar uma família, é necessário que os adultos tenham um planejamento para que as frustrações não sejam descontadas nas crianças. Afinal de contas, filhos não pedem para vir e cabe aos pais ter discernimento para fazer da vida dessas crianças a melhor possível.

É comum ouvirmos diversas reclamações acerca dos desafios que crianças trazem à vida dos pais, porém, sabemos que os responsáveis precisam entender que filhos não devem se comportar como adultos em miniatura, eles têm necessidades diferentes, e o tempo que os pais gastam tende a ser bem maior.

Certos pais percebem o quanto as crianças podem ser injustiçadas por causa de seu comportamento. Benjamin Holmgren decidiu relatar ao Love What Matters sua visão sobre a experiência de ser pai e como aconselha outros.


Ele contou que sempre escuta pais dizendo que precisam cuidar das crianças, como se fosse algo ruim. Esses pais ainda se intitulam como babás, mas eles estão fazendo o papel deles, na opinião de Benjamin.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@benjaminholmgren.

Diz ainda que, quanto mais velhas as crianças ficam, mais o tempo fica curto, por isso é de sua responsabilidade ser o pai que elas precisam. Cabe a ele ensiná-las, prepará-las para viver no mundo. Os anos de mais formação e aprendizado, segundo ele, atingem seu pico por volta dos 7 anos de idade, por isso é uma fase de muito cansaço físico e mental dos pais.

Mas são crianças e precisam do esforço e dedicação daqueles que as trouxeram ao mundo. O que os filhos aprendem com os pais fica enraizado neles para o resto de suas vidas. Benjamin conta que aprendeu isso anos atrás e implementou esses princípios para ser um pai exemplar, que luta pelos filhos.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@benjaminholmgren.

Declara que estar cansado não é e nunca será uma desculpa, pois as crianças precisam de energia para se sentir pertencentes à família. Muitos pais roubam dos filhos experiências incríveis por deixar a exaustão do dia entrar em casa. Outro conselho importante dele é não usar os filhos como justificativa para não conseguir algo.

Por exemplo, muitos pais falam que não viajam por causa das crianças, não saem por causa delas, não fazem as coisas de antes porque as responsabilidades mudaram. Assim colocam, inconscientemente, a culpa nos filhos, gerando frustração e dor.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@benjaminholmgren.


Ele pede para trocar essas justificativas para empenho e envolvimento dos filhos nas atividades dos pais. É uma grande oportunidade de aprendizado para todos. Mostrar a eles que adultos se divertem é um grande ensinamento.

Benjamin continua a contar que crianças e jovens não colocam tanto valor nas palavras, e sim em atitudes. O que um pai diz é diferente do que faz. Os filhos se importam mais com o resultado daquela ação, só depois disso conseguem associar o valor das palavras. O cuidado com o que se diz precisa continuar, mas a força da ação é bem maior.

Por último, esse pai orgulhoso afirma que crianças são uma bênção, e não um fardo. Pais precisam agir de acordo com o bem-estar dos seus filhos. Não há nada mais importante para eles do que criar os filhos da melhor maneira possível, vê-los crescer com dignidade e respeito.


Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista

Artigo Anterior

Vovó de 94 anos corre de 7 a 12 km por dia! “Tem gente que me olha e comenta: não vai aguentar!”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.