publicidade

“Papel do pai é ser presente”: Felipe Andreoli destaca a importância da presença na criação do filho

O jornalista teceu elogios ao filho e disse que a paternidade é a coisa mais incrível que aconteceu em sua vida. Confira!



A criação dos filhos, quando encarada com sabedoria, amor e carinho, fica muito mais tranquila e transformadora.

Um pai consegue ter consciência e discernimento do seu papel e como ele serve de exemplo para seus descendentes.

Ter um filho para amar é uma graça que se conquista todos os dias. Há o desafio, a incerteza e a dúvida, mas ver que aquela criança enxerga o pai como um espelho, repetindo seus gestos e atitudes, faz com que se perceba a grandiosidade e responsabilidade da paternidade.

A importância da rotina na família serve para que a criança entenda que aquele ambiente é seguro para viver. A proteção e cuidado que um pai transmite ao filho é crucial para que ele cresça mentalmente saudável.

Na revista Pais & Filhos, Felipe Andreoli respondeu a umas perguntas sobre paternidade. Pai de Rocco, fruto de seu casamento com Rafa Brites, com muito amor e afeto, ele fala da sua experiência e como isso o ajuda a ser uma pessoa melhor todos os dias!


Direitos autorais: reprodução Instagram/@andreolifelipe.

Felipe diz que o melhor de ser pai é ser acordado sempre pela pessoa que mais se ama. O lado ruim é não ter mais aquele dia para dormir sem ter hora para se levantar, mas isso não faz mais diferença em sua vida.

Sua percepção também mudou, hoje ele diz que se sente muito melhor sendo pai. Às vezes, seu filho lhe pede para não mexer no celular quando estão juntos.

Felipe percebe que é um comportamento que precisa ser abandonado. Ele não quer ser um pai ausente, mesmo ao lado do filho.


Ele abre o coração ao dizer que não sente culpa nenhuma quando deixa Rocco um pouco mais na televisão para ver seus desenhos prediletos. Para ele, a definição de felicidade é dar banho no filho ouvindo a seleção de músicas que fez especialmente para os dois, colocar um pijama e fazê-lo dormir abraçado a si.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@andreolifelipe.

Reafirma que o papel do pai é ser presente, não importa a ocasião ou situação. Junto com a esposa, o pai precisa ajudar e não atrapalhar. Sente que seu estado de espírito, quando está perto do filho, é de alerta; longe, é de saudade. Diz também que seu paraíso é estar com sua família, que é um lugar seguro e confiável.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@andreolifelipe.

Felipe fala que aprendeu com seus pais sobre ser pai. Que hoje ele entende na prática as decisões e as atitudes. Quer deixar para os filhos valores como educação, ética e integridade que pode aprender em sua jornada. Seu desejo é ter autonomia na vida profissional para se dedicar cada vez mais aos filhos. Que exemplo!

Conhece algum pai orgulhoso assim também?

Comente e compartilhe este texto em suas redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.