São Jorge, guerreiro de Deus, proteja-me e derrote o mal que ameaça a minha fé!

5min. de leitura

Jorge era um talentoso guerreiro que saiu em defesa da fé de todos aqueles que acreditavam no poder e no amor de Jesus Cristo.



Guerreiro, temente a Deus e de fé inabalável, assim é São Jorge, o santo que derrota todo o mal que surgir na trajetória daqueles que buscam sua fiel ajuda. A imagem emblemática desse cavaleiro combatendo um dragão retrata sua determinação em combater o mal que atormenta a humanidade há séculos.

Sua história de vida começa na Capadócia (Turquia), região onde nasceu e viveu boa parte da infância, com sua família. Depois que seu pai, que era militar, faleceu, Jorge e sua mãe, Lida, mudaram-se para a Palestina.

Na Terra Santa, Jorge decidiu seguir os passos do patriarca da família e logo se tornou capitão do exército romano, mas sua fé era ainda maior que o domínio das armas e seu dom para a carreira militar.


Depois da morte de sua mãe, ele distribuiu as riquezas que lhe restavam para os pobres e decidiu sair em defesa dos cristãos, que eram tratados com muita crueldade.

E quando o imperador Diocleciano decretou que todos os cristãos fossem eliminados da Terra Santa, Jorge não só foi contrário à decisão, como também ressaltou que ele mesmo era cristão.

Para tentar dissuadir o seu mais competente soldado, o imperador lhe ofereceu terras, riquezas e escravos, mas o santo os recusou. Depois de muitas tentativas frustradas, Diocleciano então o submeteu a torturas inimagináveis.

A cada agressão, Jorge era levado perante o imperador, que lhe perguntava se ele ia abandonar sua fé, mas o guerreiro se mantinha fiel a seus ideais.


“A verdade é meu Senhor Jesus Cristo, a quem vós perseguis, e eu sou servo de meu redentor Jesus Cristo e, Nele confiando, me pus no meio de vós para dar testemunho da Verdade”, teria dito Jorge em uma das muitas vezes em que sua fé foi contestada pelo império.

Depois de semanas de martírio, sendo humilhado e agredido, Jorge foi morto a mando de Diocleciano, em 23 de abril de 303, na Nicomédia, em meio à sangrenta perseguição do imperador a todos aqueles que acreditavam em Cristo.

O dragão

Conforme uma das lendas que refutam a origem desse santo tão amado, Jorge combateu um dragão numa região próxima a Salone, na Líbia. Os moradores alimentavam a criatura com ovelhas, para evitar que ela atacasse a civilização.

Mas com o passar do tempo, o animal passou a se alimentar de crianças, enviadas pelos próprios moradores. Uma delas foi a filha do rei, de apenas 14 anos, Sabra. Enquanto ela aguardava o ataque do dragão, Jorge decidiu pôr fim à tamanha tragédia, mas exigiu que o rei fizesse um compromisso.

Quando o rei trouxesse sua filha, tanto ele quanto todo o reino teriam de se converter ao cristianismo. O rei deu sua palavra e o guerreiro foi ao encontro da fera e a derrotou.

Sabra teve a vida poupada e Jorge não só livrou todos os moradores daquele mal terrível, mas também os aproximou de Jesus Cristo.

Desde então, a imagem icônica de São Jorge combatendo o dragão ganhou popularidade pelo mundo. Em diversas religiões, ela simboliza a luta incessante deste santo contra a maldade, a descrença e a heresia. Esse é o mesmo compromisso que cada um de nós também deve ter.

A seguir, confira a oração para pedir a intercessão do santo guerreiro:

Ó Deus, celebrando o Vosso poder, nós Vos pedimos que São Jorge seja tão pronto em socorrer-nos, como o foi em imitar a paixão do Senhor. Por nosso Senhor Jesus cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 25/06/2020 às 5:17






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.