4min. de leitura

“O menino do pijama listrado”: o filme que nos ensina o valor da amizade e do amor

Os filmes são, sem dúvida alguma, uma das formas de arte com as quais mais nos identificamos, eles contam os mais diversos tipos de história que nos fazem rir, refletir, chorar e nos ajudam a nos tornarmos pessoas melhores.


Cada um de nós possui seu estilo de filme preferido, mas existem alguns com que todos concordamos serem incríveis por tudo o que são capazes de nos mostrar e ensinar, e, com certeza, “O menino do pijama listrado” é um dos mais emocionantes e cheios de sabedoria dos últimos anos.

Baseado no livro de John Boyne, publicado em 2006, o filme é ambientado na Alemanha e conta a história de amizade de duas crianças completamente opostas. Bruno é filho de um comandante nazista de alto escalão, enquanto Schmule é um menino judeu que vive em um campo de concentração.

As duas crianças vivem vidas diferentes, experimentam sentimentos diferentes e são separadas por uma sociedade má e extremamente preconceituosa, o que não as impede de se aproximar e desenvolver uma amizade realmente pura, livre de qualquer tipo de preconceito.


Bruno, que faz de parte de uma família tradicional, em que o homem da casa manda e a mulher e os filhos obedecem, é um menino extremamente inteligente, e devido à sua curiosidade, um dia decide explorar os fundos de sua casa nova, onde encontra Schmule, um menino de sua idade, mas que vive num campo fechado com arames, usa roupa numerada e parece sempre sujo e faminto.

Schmule vive uma realidade completamente diferente da de Bruno. Aprisionado junto com sua família no campo de concentração, ele cresce com muito medo e não tem a oportunidade de realmente ser criança. Seus dias são cheios de muito trabalho e cansaço, mas as coisas pareceram mudar para melhor quando conhece o outro menino, que decide ajudar o amigo com o que pode.

Nem os piores horrores separam os verdadeiros amigos

Os dois meninos pouco sabem das realidades um do outro, o que não os impede de se tornarem amigos. Isso acontece porque as crianças são puras, desapegadas de preconceitos e de sentimento de superioridade. Elas apenas querem estar juntas e ser felizes.


Apesar de a sociedade tentar separar os dois meninos, os seus valores e compatibilidades os mantêm unidos. A força do vínculo e amizade que construíram é tão grande que os leva a morrer juntos. Sua amizade é tão verdadeira e forte que supera até mesmo a maldade do Holocausto, o período mais cruel da nossa História.

“O menino do pijama listrado” é um filme que nos fazer refletir sobre muitas coisas, como: nossos valores, a maneira como guiamos a nossa vida, tratamos as pessoas ao nosso redor e permitimos que as ideologias do mundo nos manipulem.

Ele nos ensina a valorizar as pessoas, a tratar todos com amor e a entender o poder de uma amizade. Se você ainda não teve a oportunidade de assistir a esse filme, faça isso o quanto antes. Além de se emocionar, você certamente aprenderá lições que o tornarão um ser humano muito melhor.

Se já assistiu ao filme, deixe um comentário abaixo com a sua opinião!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: Lionsgate/reprodução.


Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.