Resgatados de traficantes, leoa, tigre e urso formam uma família estranha, mas feliz

2min. de leitura

Em um pequeno viveiro, o urso negro Baloo, a leoa Leo e o tigre de bengala Shere Kahn se abraçam, brincam com uma bola, perseguem-se uns aos outros e comem biscoitos o dia inteiro em uma amizade que parece ter sido traçada para a vida inteira.



“É uma leoa, um tigre e um urso – céus!” diz Allison Hedgecoth, administradora do local. “Eles vivem juntos como se não vissem suas diferenças. Eles não notam que suas cores são diferentes”, completa ela. “É atípico porque ursos negros e tigres são solitários quando adultos,” diz Rebecca Snyder, curadora do zoológico.

Os três predadores foram resgatados ainda filhotes há 12 anos atrás de traficantes de drogas que abusavam e negligenciavam os animais.

“Todos os três tinham problemas”, diz a curadora. “Leo, a leoa, tinha um grande machucado em seu nariz. Baloo, o urso, tinha um ferida interna que seus donos nunca trataram e que tomou conta de sua pele; precisou ser removida cirurgicamente. Mas agora estão 100% recuperados.”


Os treinadores tentaram separar os animais após a recuperação, mas nenhum dos bichos gostou da ideia. Por anos, os treinadores ficaram preocupados que eles brigassem, mas até hoje não testemunharam nada além de paz entre os três.

“Acho que todo o sofrimento que eles passaram enquanto filhotes realmente aproximou os três”, diz a curadora. “Era tudo o que eles tinham: eles só tinham uns aos outros para se reconfortar. Definitivamente há algo especial acontecendo entre eles. Tem uma lição a ser aprendida”.