O segredo da visualização:

5min. de leitura

William Walker Atkinson (1862-1932) fez a seguinte citação:



“O processo fundamental na criação da atmosfera mental, reside no que chamamos de ‘visualização’. A visualização é, simplesmente, a criação de uma imagem clara da coisa desejada e seu aperfeiçoamento diário, de modo a mantê-la praticamente tão nítida quanto ela própria. A visualização tende então a se materializar. Em outras palavras, ela começa a reunir à sua volta as condições materiais que correspondem ao quadro mental. As palavras são o ponto em torno do qual se formam as imagens mentais visualizadas, as quais compõem o quadro em que se formam as condições materiais reais. O que é necessário fazer, na visualização, é levar a imaginação positiva a ver e sentir a coisas como já existindo verdadeiramente. Pela prática constante e pela meditação, a atmosfera mental então se forma, e o resto é apenas uma questão de tempo.”

O processo da aplicabilidade da técnica da visualização – O SEGREDO

Para os místicos, a visualização é a faculdade que tem por objetivo a concentração na representação mental de alguma coisa, lugar, pessoa, situação, acontecimento ou ideia simplesmente abstrata.

Em sua aplicação mais simples, consiste em fecharmos os olhos e vermos mentalmente uma imagem da coisa que desejamos visualizar, com o máximo de precisão possível, incluindo, dentro das possibilidades, sensações que ativam os cinco sentidos “como sentir o cheiro da grama em que eu pisava”, é importante que a visualização tenha vida e devo lembrá-lo aqui que vida é movimento.


Portanto, a visualização não se limita a fecharmos os olhos e ver mentalmente o que nós desejamos.

Aliás, fechar os olhos é indicado apenas para quem esta iniciando no processo, com o tempo, é ideal conseguir fazer a visualização com os olhos semiabertos. Além da visualização, é preciso sentir a sensação, ter um desejo ardente de estar naquela particularidade em especial.

O desejo deve estar em harmonia com as leis naturais do universo, por exemplo, é importante que seu desejo esteja em de acordo com a Lei do Karma. A lei do karma é a Lei de Causa e Efeito. Não se tatá de uma lei boa ou ruim. A lei do karma regulamenta apenas o estado de harmonia. Se você estiver em harmonia com seus desejos, coisas positivas vão acontecer em sua vida, caso contrário, estando em desarmonia com as Leis Naturais do Universo, terá que aceitar consequências.


Portanto, seu desejo deve ser bom, deve ser o bem, deve ser o belo pois, são esses desejos que estão em harmonia com o cosmo. O cosmo quer ver você feliz. Estar infeliz é estar em desarmonia, é estar indo para o lado errado porque tudo evoluí com alegria. Enfim, quando o desejo está em harmonia com o bem, o bom e o belo, ele acaba por se concretizar no plano material.

Algo que você não deve esquecer dentro do processo de visualização é tentar ativar os cinco sentidos e não apenas a visão interior. Veremos este assunto mais adiante. Agora, é importante envolver dentro do processo as sensações de ouvir, tocar, cheirar e degustar. Isso faz parte e é fundamental para obter os resultados esperados. É preciso registrar na mente que tal visualização é como se fosse uma história já vivenciada.

Portanto, mentalmente você precisa ativar os sentidos, é importante ouvir, tocar, cheirar, degustar, enfim, é necessário ativar as sensações não apenas as visuais mas, as auditivas, as táteis, olfativas e gustativas. Em seguida, vou sugerir uma experiência muito bem conhecida na PNL, a Programação Neurolinguística.

(CONTINUA…)

Fonte Wiki –

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 29/03/2015 às 22:45






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.