Porque você continua atraindo os parceiros errados:

7min. de leitura

As mulheres sempre me perguntam, “Por que eu continuo namorando idiotas?” Minha resposta muitas vezes as atordoa.



“Você provavelmente está fazendo isso acontecer”, eu digo. Parece duro, e talvez seja.

Mas há realmente um significado mais profundo: Nós atraímos o que pensamos que merecemos.

E o que nós pensamos que nós merecemos está geralmente enraizado no que experimentamos ou testemunhamos em nosso desenvolvimento da infância adiantada.

Veja como interromper o ciclo:


1.Reconheça seus padrões

Antes que qualquer mudança verdadeira possa acontecer, você precisa reconhecer seus blocos de intimidade – os padrões que continua repetindo em seus relacionamentos. Estes frequentemente decorrem da primeira infância, e são baseados em qualquer relação que você teve com um dos seus pais ou o relacionamento que seus pais modelaram para você. Por exemplo, se seu pai estava emocionalmente indisponível para você (isto é, não fez você se sentir amada, cuidada ou apoiada), isso poderia te programar para procurar um homem emocionalmente indisponível.

Por quê? Você está subconscientemente esperando conseguir o que não conseguiu quando criança neste novo relacionamento em sua idade adulta. Esta proclividade profunda em relação aos parceiros indisponíveis está embutida em seu chakra raiz, chakra localizado na base de sua coluna e que está associado com instinto, sobrevivência, aterramento, família e segurança. Isso acontece porque estamos mais confortáveis ​​com a dor que conhecemos do que a dor que não conhecemos. Então, nos voltamos para o mesmo tipo de cara ou o mesmo modelo de relacionamento, tentando reencenar nosso passado para corrigi-lo, mas isso nunca acontece.



2.Pare de recriar o passado

Nossa criança interior recria o passado, escolhendo o mesmo tipo de parceiro repetidamente e sendo desapontada repetidas vezes na esperança de uma descoberta. Ele vai mudar. Ela vai mudar. Vai ficar melhor. Para romper este padrão, você tem que seguir através do desconforto da mudança e o medo do desconhecido. A única maneira das coisas melhorarem é parar de esperar que essa pessoa mude, e apenas dizer não.

Esse é o verdadeiro avanço – reconhecer o padrão e, em seguida, tomar uma decisão consciente de não seguir por esse caminho novamente, mesmo que pareça confortável, seguro e familiar. É chamado de “dores de crescimento” por uma razão – o crescimento é doloroso. Temos de assumir riscos, entrar no desconhecido e nos esticarmos emocionalmente e espiritualmente de maneiras que nunca fizemos antes. Pode ser muito desconfortável no início. Mas as recompensas valem a pena.


3.Assuma

Assuma que você está atraindo as pessoas erradas em sua vida. Mistério resolvido. Aqui está o ponto: Todo mundo que entrou em sua vida não entrou apenas por uma razão específica, mas porque você os atraiu. Ninguém atrai de bom grado o trapaceiro, o agressor ou a pessoa emocionalmente indisponível, mas estamos programados em um nível profundo para atrairmos o que pensamos que merecemos e o que conhecemos.


4.Acredite que você merece o melhor

Uma vez que você realmente acredita que é digno do amor que merece, atrai um parceiro que realmente te merece. Os bons parceiros são atraídos por mulheres confiantes e que têm limites saudáveis. Parceiros ruins são atraídos por mulheres que estão quebradas por dentro, porque podem manipulá-las e tirar proveito delas. Corrija o que está quebrado, tornar-se mais autoconfiante, e ame a si mesmo, e essa energia positiva vai atrair uma pessoa mais positiva. Isto é o que chamamos de “Lei da Atração”. Até você mudar a crença de que não merece o melhor dos melhores, vai continuar se relacionando com caras que te decepcionam.

Uma maneira de chegar lá é fazer uma pausa de namoros e trabalhar em si mesmo. Construa sua autoestima através de afirmações diárias positivas, crie um quadro de visão que mostre especificamente como você quer seu relacionamento ou vida e use algumas técnicas de respiração para se mover do lado esquerdo para o direito do cérebro, onde você sente que qualquer coisa é possível.


5.Abra seu coração

Todo mundo diz que tem um coração aberto, mas será que são realmente abertos? Para abrir seu coração, você tem que superar o medo e estar aberto ao desconhecido.

Um dos meus professores me ensinou uma meditação chamada “Coração Tântrico”. Visualize sua alma sendo a rainha de sua vida, e seu trono é seu coração. Seu coração deve tomar todas as decisões em sua vida. Mas sua mente é o servo amedrontado que guarda a porta do seu coração. Para abrir essa porta – e abrir seu coração – você precisa superar o medo.

Use uma afirmação diária com respiração para abrir seu chakra do coração. Tome uma inspiração profunda, longa e lenta e diga: “Inalando, amo o coração para receber amor”. Quando você expira lentamente, diga: “Exalando, eu abandono o medo.” Comece seu dia com cinco minutos disso e você sentirá uma mudança. Outras pessoas vão ver uma mudança em você, também. Não se surpreenda se atrair um tipo totalmente diferente de pessoa – alguém que está pronto para ser mais íntimo e vulnerável. Se você estiver preso em um relacionamento ruim, talvez as rodas mudem e você siga em uma direção mais saudável.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Mind Body Green

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.