O dom das boas pessoas está nos pequenos detalhes…

6min. de leitura

Os pequenos detalhes edificam vidas. Algumas pessoas não percebem isso, não conseguem ver o esforço de outras pessoas para tornar sua existência mais fácil, lançar luz sobre aqueles dias escuros e as ajudar em seus embaraços.



Boas pessoas não carregam bandeiras ou tendem a falar muito sobre si mesmas, porque às vezes cometem o erro de negligenciar um pouco a si mesmas e olham para as necessidades dos outros. Mas não percebem. É sua essência, sua maneira de ver o mundo: dar tudo para os outros.

“Diz-se frequentemente que as pessoas boas são as que nos dão a verdadeira felicidade. Enquanto isso, aquelas mais complicadas que costumam nos chatear, nos dão experiência. Acredite ou não, ambas são partes essenciais da vida.”

Quantas boas pessoas você tem em sua vida? A casualidade quis que se tornassem parte de sua vida cotidiana e te enriquececem com suas palavras e humildade sutil que não conhece egoísmo.


Além disso, você também pode ser uma daquelas pessoas acostumadas “a dar luz aos outros”, de querer acima de tudo a felicidade dos seus cuidando de cada detalhe, cada situação. Busca desenhar sorrisos em rostos familiares, e sem pedir nada em troca. Porque é sua natureza, porque é sua maneira de entender a vida.


Grandes corações são conhecidos pelos pequenos detalhes

Pode ser que há muito tempo não te propocionam esses detalhes que fazem o coração contente. No entanto, é possível que quando você menos esperar, alguém te surpreenda fazendo-lhe um favor que não esperava, ou se preocupando com você de uma maneira tão sincera que você se sentirá confuso.


“Às vezes, a bondade humana nos deixa sem palavras. Não existe como não nos emocionarmos com atos de pessoas anônimas, que mesmo sem asas em suas costas trazem pó de fada em seus bolsos para dar felicidade aos nossos caminhos …”

Diz-se frequentemente que a melhor homenagem que podemos fazer é imitar as pessoas boas. Agora, nem todo mundo pode ser assim. Nem todo mundo sabe como praticar a bondade humana. Portanto, a questão que nos fica é … as boas pessoas nascem assim ou se tornam?

  • Desde a neurociência há muitas vozes que defendem a tendência humana inata para a bondade. Seria enraizada em nossa biologia e exalta a psicologia positiva.
  • As primeiras experiências, os estilos de criaça, contexto social e educacional e experiências posteriores, poderiam fazer essa tendência natural sofrer as consequentes variações.
  • O próprio ato de dar, oferecer ajuda e cuidado em si deve ser um ato capaz de proporcionar felicidade e equilíbrio interior. No entanto, muitas pessoas não vem a adquirir esta capacidade.A arte da bondade como um exercício de empatia

    Boas pessoas nem sequer estão conscientes de sua capacidade de empatia com seus semelhantes. Elas sentem a dor do mundo e internalizam como a sua própria, então buscam todos os dias obter esse equilíbrio externo para se sentirem bem sobre si mesmas.

    Sua bondade é altruísta e não pede nada em troca. Para elas não existe tempo, suas prioridades são relegadas e não há distâncias e até mesmo exigências ou críticas.

    O onde da humildade, onde os detalhes são importantes

    Aqueles que nasceram com um coração humilde sabem a grandeza que está por trás dos detalhes. Sabem que um gesto, um carinho, algumas palavras de encorajamento e ser um bom ouvinte, faz mais do que qualquer bem material.

    “Não acumule coisas, não seja ligado a coisas materiais. Cerque-se de pessoas boas que fazem seu mundo mágico, e se você não encontrá-los, torne-se uma.”

    As boas pessoas também podem se cansar de ser

    Na verdade, se durante sua vida você tem praticado a bela arte de abrir o coração aos outros, se preocupar com fazer o seu melhor a cada dia para aqueles ao seu redor, você pode em algum momento ter chegado ao limite. E, é claro, mesmo que as pessoas boas não desejem nada em troca, devem ser reconhecidas. A razão?

  • Quem não é reconhecida não é valorizado.
  • Quem não é valorizado se aprofunda no abismo da “não-existência”.
  • Às vezes, outras pessoas podem se acostumar com suas boas ações, não valorizá-las.
  • Quem não encontrar apreço por seus esforços vai acabar cansando de dar tudo de si. E não importa a sua força ou beleza, as pessoas boas também podem acabar se rompendo.

Não permita. Cuide das boas pessoas ao seu redor como seus bens mais preciosos. E cuide de si mesmo, nunca hesite em estabelecer limites, sem cair no erro de que dizer “não” ou “para”, te torna uma alma menos nobre.

____________

Traduzido pela Equipe de O SEGREDO 

Fonte: La Mente Es Maravilhosa

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 23/11/2015 às 7:01






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.