O preenchimento é interno! ame a si mesmo!

6min. de leitura

”Não é que eu Ame você. É que eu sou o Amor. É preciso compreender a diferença.”



Ao longo dos anos tenho tido cada vez mais certeza de que o verdadeiro buraco, aquele que impede a pessoa de viver o amor e de ter a vida que ela deseja, é a sua falta de amor por si mesma. O ser humano vive numa busca incessante a procura do ”Amor Verdadeiro”. Ele busca qualquer coisa que possa lhe trazer prazer e preenchimento, a fim de reprimir a dor sentida pela solidão, ao invés vez de buscar sua Completude Interior.

Reflita: Não há como amar alguém sem que antes de tudo você se ame IMENSAMENTE mais.

O problema é que procuramos continuamente por uma companhia, existindo uma carência de amor-próprio, uma ansiedade sem fim. E essa dependência e apego ao outro se tornam cada vez mais prejudiciais para a alma. Sentimentos de possessividade são gerados, o Ego e todas os desequilíbrios que ele traz se fortalecem, e o distanciamento do ser com sua alma aumenta. Ser dependente de alguém para ser feliz é a maior cilada já inventada pelo Ego.


Só é feliz a dois quem já feliz sozinho!

Conheci gente demais em tempos errados demais. Hoje, percebo o quanto estive errada em cultivar mais expectativas do que a mim mesmo. Descobrir-se é a primeira etapa do processo “amar”: Amar a si mesmo. Amar quem você é, na essência. Só que infelizmente passamos a vida achando que podemos nos unir a outras pessoas antes de nos unirmos a nós mesmos. E hoje eu vejo que isso é absolutamente impossível. Você não irá receber Amor de fora enquanto não for Amor por dentro. Quem não é um bom ímpar jamais será um bom par!

Entenda que estar só não significa necessariamente não ter um par. Estar só é sentir-se solitário, sozinho numa situação da vida. Você pode se sentir só até ao lado do amor da sua vida, simplesmente por não estar dando conta de si mesmo. O outro não tem a obrigação te te completar. Osho já dizia: ”O preenchimento é interno”. Ou seja, você é quem deve se preencher completamente para, então, satisfazer uma pessoa. Esse é o segredo. Se cuidar e se amar incondicionalmente lhe fará ser amado exatamente na medida que deseja e precisa. Amar a si mesmo é um requisito essencial para que o ser humano possa vivenciar a felicidade.


A pessoa que ama a si mesma descobre que não existe nenhum Ego nela. A pessoa que ama a si mesma respeita o seu corpo, respeita sua mente e respeita suas limitações. Remove de si tudo o que não serve, tudo o que trava, e tudo o que leva pra trás. O que não acrescenta, é deletado! Ama sem esperar nada em troca, ama simplesmente porque esse amor faz bem. E eu te digo, por experiência já vivida: O dia em que você adquirir amor por si próprio e se amar da forma como merece, nenhuma pessoa que se aproximar de ti conseguirá te amar menos do que isso.

A ideia de que só seremos plenos e realizados se tivermos uma companhia é baseada numa inverdade. Viver acreditando no fato de que só se é feliz estando em uma relação a dois, já se pré determina que seremos dependentes do outro. A primeira vez que busquei encontrar-me comigo mesma, gostei tanto de quem conheci que resolvi andar junto, resolvi andar DENTRO. Hoje não sou mais imediatista quando me faço companhia. Hoje eu respeito o meu próprio tempo. É fascinante a liberdade de ser exuberante e transformar o corpo em Templo. Eu nasci apaixonada pelo Amor, mas só agora, me fazendo companhia, é que ele deixou de ser uma palavra para se tornar uma experiência.

O primeiro passo é você criar energia ao redor de si mesmo. Ame seu corpo e ame sua mente. Ame todo seu mecanismo, todo seu organismo. ”Por amor” significa: Aceite isso como isso é, e não se reprima. Depois que você aprender a se amar da forma que merece, passará a ter amor de verdade pra oferecer. .

Tenha prazer em ser sua única companhia. Marque um encontro com você mesmo. Primeiro você ficará consciente da fragrância que está surgindo em você e da luz que nasceu em você. E então, Amar se tornará a sua natureza. Seja presente! Presença é desenvolver o hábito do autoconhecimento. Nos aceitar com todas as qualidades e defeitos. O fato de estarmos vivendo no agora, em amor e respeito ao nosso ser, nos transforma em uma pessoa pronta para amar dentro de um relacionamento. E isso dá trabalho. É preciso agir com determinação e coragem para domar o ego e as fantasias da mente.

O que conhecemos em nossa ignorância chama-se ”Relacionamento”, e o que conhecemos em nossa consciência significa: Não é que eu Ame você. É que Eu sou o Amor.

É preciso compreender a diferença.

”Ame a si mesmo e Observe…”

Paz e Luz.

_______________

Via: Filo Som Vida

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.