O que levar da vida:

4min. de leitura

Uma senhora completou 67 anos, mas é uma pessoa que mesmo nessa data vive reclamando da vida, de cara amarrada, com poucos amigos, não tem filhos e não faz nenhuma questão de manter contato com a família. Ninguém ouviu falar, mas um dia ela já foi casada, teve uma vida de luxo, conheceu vários lugares e da noite para o dia sua vida desabou com a traição do seu marido com uma moça mais nova. A partir daí ela se tornou amarga, aparenta que sua vida e sua felicidade acabou naquele instante. Será que a vida se resume a isso? Será isto que esta senhora levará da sua vida, que só foi feliz até um certo ponto depois nunca mais???



Já dizia uma música de Natiruts, “Leve com você só o que foi bom, ódio e rancor não dão em nada.” Nada mesmo! Se algo do seu passado o incomoda até hoje, ou você precisa resolver algo que ficou pendente ou precisa dar um passo mais largo e aproveitar o que a vida te oferece, reconhecendo que aquilo já foi, é passado e é preciso viver o presente.

Você levará sim, os sentimentos bons que disseminou em sua vida e todos eles caberão devidamente em seu coração, então não queira carregar coisas pesadas, dores alheias, rancores. O coração é frágil, não aguenta isso, com certeza estes não são os sentimentos que você irá querer levar com você e nem deixar para as pessoas que você ama após partir.

O dia de amanhã é incerto, por isso não perde seu tempo acumulando sentimentos que não acrescentam nada em sua vida. Viva sua vida de tal maneira que todos possam sentir sua falta e possam lembrar das coisas boas que semeou fazendo a você e ao próximo.


Repare o que tem feito ultimamente. Se soubesse que o amanhã iria deixar de existir, o que levaria contigo? Seriam coisas boas que você levaria/deixaria? É preciso ter uma bagagem pronta para quando chegar a hora seja ela hoje ou amanhã, a vida é muito frágil.

Tudo vem do pó e tudo volta ao pó” (Eclesiastes 3,20). Por isso, lembre-se; toda vaidade e tudo que for material, nada levamos. A vida é muita mais que isso!

Não acumule pesos. É preciso viver um dia de cada vez e evitar sobrecarregar nossos corações, o que tiver para fazer ou dizer, faça e diga hoje, mas faça logo.


Carrega em tua bagagem que é teu próprio coração a gratidão, as conquistas, os conhecimentos, as experiências, os sonhos, os bons e sinceros sentimentos, como o amor próprio e ao próximo porquê o restante todo fica! Cultiva teus amores, rega-os de carinho, de generosidade, respeito e dedicação. Assim, não terá do que se arrepender e talvez não tenha outra oportunidade.

Que aquela senhora possa reconhecer que a vida pode ser mais leve e mais doce, desde que ela aceite seu passado e viva o presente, pois nada adianta remoer o decorrido. Que ela leve só as coisas boas e que as ruins sirva de aprendizado/experiência.

A vida é bela e muitas vezes depende muito de nossas escolhas.

Eu escolhi ser feliz e você?

Viva!

__________

Por: Renata Carvalho – Colunista THE SECRET

– Blog: Um D’ôce de Pimenta

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 15/11/2015 às 2:28






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.