publicidade

Vidros sujos que julgam vidas alheias:

Um casal acabara de comprar um apartamento num bairro tranquilo. Numa manhã, enquanto tomavam café, a mulher viu pela janela que a vizinha pendurava lençóis no varal e disse: – Que lençóis sujos estes que a vizinha está pendurando no varal!



Quem sabe ela não precisa de um sabão melhor? O marido olhou, mas permaneceu calado. A cada dois dias a mulher repetia o mesmo discurso enquanto a vizinha pendurava sua roupa ao sol.

Um dia a mulher se surpreendeu ao ver a vizinha pendurando lençóis limpos, e disse ao marido: – Olha, finalmente ela aprendeu a lavar roupa! E o marido respondeu: – Hmm… Não é bem assim. Hoje levantei mais cedo e limpei os vidros da nossa janela. – Autor Desconhecido

___

Julgar as ações e a vida dos demais é uma forma de expressar a insatisfação que toma conta de nossas vidas. Dedicar-se, continuamente, a julgar os outros só alimenta críticas destrutivas sobre os demais e nos leva a acreditar, de maneira equivocada, que somente o nosso ponto de vista é correto. Os que julgam vidas alheias estão escondendo a necessidade de mudança que talvez precisem fazer neles mesmos.


Desperdiçamos nossa incrível energia prestando atenção à vida dos outros, censurando a conduta das outras pessoas somente sob a nossa perspectiva e sob o que nós acreditamos ser o certo. E, é claro, nos julgamos diferentes e melhores do que aqueles a quem criticamos. É comum, principalmente, julgar aqueles que têm vidas diferentes das nossas.

Julgamos segundo nossos preconceitos, sem respeitar nem entender o comportamento alheio. Julgamos através da inveja, sem ao menos tentar realizar nossos próprios desejos, apenas julgando indevidamente. Perder tempo julgando os demais não aumentará a nossa felicidade.


Nossas relações não despertarão afeto nem simpatia e, a única alternativa que temos para evitar cair em juízos vagos de valor, é respeitando a individualidade e sendo sinceros com o próximo. Estamos em um eterno processo de mudança e nunca saberemos quantas variações iremos experimentar na vida ao longo dos anos. Sendo sinceros estaremos expressando livremente o que pensamos, sem emitir críticas nem preconceitos. Antes de julgar os demais, olhe para si mesmo.

Créditos da imagem: Toni Castillo Quero

Via: A Mente É Maravilhosa

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.