Amor-PróprioDesenvolvimento InteriorMensagem de Reflexão

Viva a sua solteirice com felicidade!

Eu não achei, mas também não procurei… sempre pensei que as coisas simplesmente acontecem. Não encontrei essa pessoa que mudaria meu mundo e que me faria pensar que vale a pena caminharmos juntos.



Eu reconheço que houve tentativas… mas elas desapareceram como nuvens de fumaça. Vivo minha solteirice com felicidade.

De quem foi a culpa? Se é que podemos dizer “culpa”.

Nesses casos, não existe um culpado, a vida é assim. Mas me sinto feliz, tenho muitos projetos e muitas coisas para fazer na minha vida. Tenho muitos amigos, pessoas que realmente me apreciam e me amam.


“É melhor estar sozinho do que infeliz com alguém”.
– Marilyn Monroe –

Conheço muitas pessoas que conseguiram encontrar esse amor, e apesar dos anos, da rotina, e das diferenças, continuam felizes até hoje.

Eu continuo seguindo a minha vida, estagnada diriam alguns, porém isso é problema deles, não meu.

Sinto-me feliz comigo mesma e já não preciso mais buscar o amor como fazia quando era mais jovem. 

Acho até que poderia escrever um livro engraçado contando as minhas aventuras; todas as minhas tentativas, algumas intencionadas e outras que chegaram de surpresa. Mas sempre com a ilusão de que era o amor verdadeiro, meu companheiro de vida.


Muitas vezes, me senti pressionada pela sociedade, que vê no casamento o estado ideal; é o que temos que fazer quando chegamos numa determinada idade.

Mas, neste momento, eu me pergunto: o que é normal? Provavelmente seja o convencional, o estabelecido nas diferentes sociedades. Mas eu nunca me importei com que os outros podem pensar ou falar de mim pelas costas.

O que realmente me interessa é ser feliz, sozinho ou acompanhado. Não é em vão que as pessoas dizem: “Antes só do que mal acompanhado, porém melhor acompanhado se a companhia vale a pena”.

Então, sigo vivendo a vida como ela é, me divertindo com os meus amigos, desfrutando do sol, do mar, da sorte que tenho de despertar a cada dia e comprovar que posso ver, escutar, lutar e ser feliz.



Viva sua solteirice com felicidade e esqueça os estereótipos

– Aproveite tudo o que você tem. Você não está bem porque tem um companheiro ou porque não tem um companheiro. De qualquer forma, os comentários vão existir. Então, analise bem a sua situação e aprenda a ser feliz consigo mesmo.

– Deixe de lado as velhas convenções; a vida não é mais como antes. Solteiros, casados, casais que vivem juntos ou separados… O importante é que você seja feliz com o que tem.


– Não idealize a situação do outro e nem o subestime para se sentir melhor.

– Não seja obsessivo. Já parou para pensar nas coisas maravilhosas que está perdendo enquanto se preocupa se tem ou não um companheiro? A única pessoa que estará do seu lado para sempre é você mesmo. Então, comece a se divertir.

– Escolha pessoas especiais para fazerem parte da sua vida: familiares com os quais temos muitas afinidades, amigos que encontramos ao longo da vida e que acrescentam muito à nossa existência. Não deixe escapar pessoas tão especiais para você.

Texto original em espanhol de Sofia Alcausa Hidalgo.


Telhado de vidro…

Artigo Anterior

Mal agradecidos são péssimos amantes… Quem tem amor, agradece!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.