Cheguei aos 30 anos feliz, determinada e com muito orgulho da mulher que me tornei!

4min. de leitura

Os 30 anos iniciam uma etapa em que a mulher pode continuar correndo atrás da realização de todos os seus sonhos e projetos. 



Aos poucos, as mulheres estão perdendo o medo dos injustiçados “30 anos”. Houve uma época em que esse período era um pesadelo no universo feminino. Os 30 anos eram sinônimo de inseguranças, medo de não ter conquistado o emprego perfeito, a formação desejada ou um “príncipe encantado”.

Não é que essas cobranças tenham deixado de existir completamente, mas hoje as mulheres já diminuíram essa pressão sobre si mesmas e, melhor, estão deixando de dar ouvido às exigências da sociedade sobre o que só diz respeito a elas, e isso é fabuloso.

Assim como em qualquer outra idade, chegar aos 30 anos deve ser motivo de orgulho e não vergonha para as mulheres. Não há problema algum chegar a essa idade sem ter constituído uma família, viajado para fora do país ou comprado o carro dos sonhos. As coisas acontecem quando têm de acontecer. A você, mulher, fica a dica: não se cobre tanto!


Todo mundo tem essa chata mania de estabelecer padrões, metas e prazos que toda pessoa deve seguir para ser considerada “bem-sucedida”, sem levar em consideração as especificidades de cada uma.

Não se culpe, caso você chegue aos 30 anos sem ter o corpo da Gisele Bündchen ou não ser a diretora de uma grande empresa. O sucesso é uma questão de ponto de vista.

Por que reclamar por chegar aos 30 anos, se você tem um bom emprego, uma família que a apoia e amigos com quem pode contar a qualquer momento? Essas também são conquistas que nos tornam bem-sucedidos. Se você estiver infeliz em qualquer um desses aspectos, mude, não tenha medo de recomeçar e correr atrás dos seus sonhos, de ser a mulher independente que sempre quis.

Não se rebele contra o tempo nem contra si mesma por uma cobrança que a sociedade lhe impõe. Ninguém tem o direito de dizer quando, como e o que você deve ter conquistado aos 30, 40 ou 50 anos de idade.


Orgulhe-se da mulher que você já é e tenha certeza de que você vai continuar amadurecendo.

Não pense que a idade a impede de sair, namorar, conhecer pessoas e amores, não se reprima por achar que está “velha” porque, enquanto você estiver viva é tempo de aproveitar o que o mundo tem para lhe oferecer.

Só está se iniciando um novo estágio da sua vida e da sua felicidade. Continue sendo fabulosa!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.