Notícias

Aos prantos, Luisa Mell relembra violência médica: “Não quero viver assim”

luisa mell 1

Luisa Mell desabafou nesta segunda-feira (27) durante uma live em seu Instagram sobre a violência médica que contou ter sofrido.



A ativista voltou a falar sobre às sequelas psicológicas após passar por um procedimento estético sem sua autorização e afirmou que ainda não conseguiu digerir a situação.

“Nunca mais vai ser daquele jeito. Nunca mais eu pude usar meu armário, as minhas roupas porque ele achou que eu tinha muita gordura baseado no conceito estético sei lá de quem. Não é justo isso, gente. Não é possível. Fora que ele machucou todo meu pescoço, depois eu vou mostrar pra vocês. Ele deixou marcas”, afirmou.

Às lágrimas, ela disse acreditar que ainda está longe de se recuperar completamente do trauma. “Desculpa, eu precisava falar pra vocês porque eu só penso em morrer nos últimos tempos… mas eu tenho meu filho, eu tenho meus bichos… Não quero viver assim. Esse post é justamente para que ninguém passe na vida por isso”, concluiu.


Recuperando

Luisa Mell tem passado por alguns procedimentos para reparar uma violência médica que sofreu. No mês passado, ela revelou que foi feita nela uma lipoaspiração sem autorização.
Depressão/Suicídio:



Se estiver passando por crises de depressão e precisar de ajuda, não hesite em discar 188. Este é o número da parceria entre o Centro de Valorização da Vida com o Ministério da Saúde. A ligação é gratuita.

Também é possível encontrar atendimento no endereço eletrônico: www.cvv.org.br para chat, Skype, e-mail e mais informações. Para contatar o SAMU, disque 192. Atendimentos também são realizados nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA), Pronto-Socorro e Hospitais.


Se você presenciar um episódio de violência contra a mulher ou for vítima de um deles, denuncie o quanto antes através do número 180, que está disponível todos os dias, em qualquer horário, seja através de ligação ou dos aplicativos WhatsApp e Telegram.


Jovem desiste de ser o ‘Ken Humano’ e diz que ‘estava se perdendo’ com as transformações

Artigo Anterior

Caio Ribeiro fala sobre expectativa para “Dia D” no tratamento do câncer: “Vou saber se vencemos essa batalha”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.