Notícias

Após derrota para Depp, Amber Heard sofre campanha violenta para ser cortada de “Aquaman 2”

Foto: Reprodução
Aquaman

Desde que foi derrotada no tribunal por Johnny Depp, na semana passada, a atriz Amber Heard tem visto sua situação complicar. Além de ter de pagar US$ 8 milhões a seu ex-marido — dinheiro que ela já disse que não tem —, Amber também sofre uma campanha fortíssima na internet para que seja retirada de Aquaman and the Lost Kingdom, continuação de Aquaman. Ela interpreta Mera, a namorada do super-herói da DC Comics.

Neste exato momento corre nas redes sociais um abaixo-assinado que, de forma bem agressiva, pede a colaboração das pessoas. Até o fechamento deste texto, mais de 4,5 milhões de assinaturas já haviam sido angariadas. O objetivo é chegar a 6 milhões, um número grande o suficiente para influenciar a Warner a tirar a atriz do longa. A campanha já vinha acontecendo há várias semanas, mas se intensificou com o resultado da corte.

Este novo longa do Aquaman já está filmado e sabemos, graças ao depoimento de um executivo da Warner durante o julgamento, que a participação de Amber foi reduzida, mas não totalmente eliminada até agora. A atriz disse, na corte, que o estúdio queria tirá-la da versão final, mas que ela própria lutou muito para permanecer, ainda que com menos tempo de tela. Oficialmente, a atriz aparecerá menos no filme por, segundo a Warner, não ter mostrado química com Jason Momoa, que interpreta o super-herói.

Na semana passada e nesta, alguns insiders soltaram a informação de que a Warner já estaria decidida a deletar totalmente a participação de Amber no filme. O estúdio ainda não confirmou isso de forma oficial, mas espera-se um comunicado sobre o assunto dentro de alguns dias.

Sendo cortada ou não de Aquaman 2, o fato é que, após sua derrota, a atriz tem a carreira bem comprometida. E este filme da DC Comics já mostra isso claramente. Fora este abaixo-assinado, Amber tem sofrido várias agressões e todo tipo de assédio nas redes sociais. É xingada de aproveitadora, manipuladora, mentirosa e por aí vai. Muita gente diz que não assistirá ao filme caso Amber permaneça na história. Como dá para ver, será bem difícil a atriz recuperar sua imagem a ponto de os estúdios voltarem a contratá-la.

Não cabe aqui julgar a decisão do tribunal, mas não dá para deixar de notar que a opinião pública e o “julgamento” das redes sociais foram amplamente favoráveis a Johnny Depp. Sem dúvida, isso influenciou o resultado da Justiça americana. Parece bem óbvio, pelas provas apresentadas pelos dois lados, que houve agressão mútua e erros de ambos. Mas o peso maior da lei ficou sobre Amber, que vê agora sua vida desmoronar.

Nesse momento, nem importa se a Warner vai cortar ou não Amber de Aquaman 2. Também não importa o número de assinaturas na petição. A verdade é que Amber já está devidamente cancelada pela opinião pública, que parece querer o sangue da atriz. Apenas a derrota para Depp não foi o suficiente.

0 %