Notícias

BBB: Paulo André pode se tornar o atleta mais rico do atletismo do Brasil

Foto: Reprodução
Sem Titulo 1 8

Primeiro finalista do BBB 22, o velocista Paulo André, semifinalista olímpico em 2021, está na disputa do prêmio de R$ 1,5 milhão. Se vencer, vai se tornar o atleta do atletismo mais rico do Brasil com apenas 23 anos

As provas de resistência deram uma grande vantagem ao atleta durante o programa. PA teve cinco vitórias ao longo do programa: foram duas do Anjo, duas do líder e a prova final de resistência, ficando 14 horas em disputa.

Mesmo os espectadores acreditando que, por ser atleta, ele teria muito mais vantagens do que os outros participantes, ele é, ao lado de Arthur e Scooby, o terceiro participante com mais vitórias da competição. Os maiores vencedores foram Douglas e Lucas.

Mesmo se não vencer a final, PA já acumulou R$ 140 mil, o que já é lucro perto dos R$ 1.850 mil mensais, que recebia da Bolsa-Atleta (que foi cortada pela Secretaria de Esporte) na categoria internacional.

A alegação da pasta para o corte da bolsa foi que o atleta não estaria treinando. Porém o velocista teria tempo suficiente de sair do programa, voltar aos treinos, fazer um planejamento de seis meses e ainda disputar os últimos torneios do fim do ano. Assim, poderia renovar a bolsa para categorias superiores, como a Olímpica e a Podium, devido aos resultados obtidos em 2021, o que deveria ser pleiteado, via edital, em 2022.

Com a premiação já conquistada no BBB, PA tem ao equivalente a seis anos e meio de bolsa atleta na categoria internacional.

Agora para conquistar R$ 1,5 milhão como atleta, o velocista precisaria ser campeão olímpico e bater o recorde da prova dos 100 metros, que é de Usain Bolt. Mas vai demorar um tempo para nascer alguém tão surreal para bater o tempo de 9.63 segundos do jamaicano. O melhor tempo de Paulo André foi de 9.90 segundos.

Se Paulo André conseguisse tal proeza, ganharia US$ 160 mil (aproximadamente R$ 767 mil), sendo US$ 60 mil pelo ouro olímpico e R$ 100 mil pelo recorde quebrado, além de R$ 250 mil do Comitê Olímpico do Brasil. A soma chegaria a pouco mais de R$ 1 milhão, ainda assim valor inferior ao prêmio pago ao campeão do BBB 22.

Com mais de 7,3 milhões de seguidores nas redes sociais, Paulo André tem números mais que suficiente para estar no top 10 das grandes campanhas publicitarias, e o sucesso, nem que seja momentâneo já está garantido.

0 %