Notícias

Cantores e gravadoras anunciam fim de parceria com DJ Ivis após agressão contra ex-mulher

Cantores e gravadoras anunciaram fim de parceria com DJ Ivis após a divulgação de vídeos que mostram o músico agredindo a sua ex-mulher, Pamella Holanda. Nesta terça-feira (13), a Sony Music Brasil, gravadora do artista, e a Som Livre se manifestaram sobre o caso. Cantores também anunciaram o fim da parceria com o artista.



Além disso, o Spotify e a Deezer, principais serviços de streaming pagos de música, tiraram todas as músicas com o DJ Ivis de suas playlists editoriais.

A ex-mulher do músico disse que foi agredida diversas vezes, uma delas enquanto estava grávida. Em um dos casos, ela conta que foi agredida por amamentar a filha do casal enquanto estava com Covid; ele temia que transmitisse a doença para a criança. Conforme especialistas, não há essa contraindicação para mães com Covid.

Em comunicado nas redes sociais, a Sony Music informou que está “revisando a relação com o artista”.


Direitos autorais: Instagram/ Reprodução

Na nota, a empresa também afirma que “leva as acusações contra o DJ Ivis muito a sério e não tolera esse tipo de comportamento”.

Com a repercussão do caso, o cantor Zé Felipe, que gravou a música “Galega” em parceria com o DJ, manifestou desejo de regravar a canção sozinho, porém a gravadora Som Livre suspendeu os lançamentos com DJ Ivis e decidiu retirar as canções com ele das plataformas digitais.

Direitos autorais: Youtube/ Reprodução


O cantor Latino também confirmou que vai cancelar o lançamento de um videoclipe que contava com a participação de DJ Ivis, previsto para ser lançado em 6 de agosto. Em um vídeo publicado no Instagram, o cantor informou que a ação é em “repúdio a todas as agressões e atos do DJ Ivis contra sua esposa”.

“Resolvi fazer esse vídeo em completo repúdio a todas as agressões e atos do DJ Ivis contra sua esposa @pamellaholanda. Para quem não sabe, o Dj Ivis seria o meu convidado na minha próxima música de trabalho! Já tínhamos todo o planejamento de lançamento determinado, já tínhamos gravado o clipe inclusive com a presença dele”, diz um trecho da legenda do vídeo.

Direitos autorais: Instagram/ Reprodução

Latino também disse que está à disposição de Pamella e da filha e irá absorver “todo o prejuízo de ter gravado essa música e clipe com a presença dele”.


” O prejuízo foi grande, mas infinitamente menor do que o dessa moça tão nova e com uma neném tão linda! Vamos refazer todo o trabalho, clipe e tudo mais com alguém que de fato mereça o nosso respeito! Violência contra a mulher NÃO! Violência contra a mulher NUNCA!!! Estamos com você @pamellaholanda”, concluiu o artista.

Um dia após a divulgação das imagens, na segunda-feira (12), a cantora e ex-BBB Flay também usou as redes sociais para informar que seu próximo lançamento seria com DJ Ivis e o feat está cancelado. Conforme Flay, a canção já estava gravada e o clipe seria feito em duas semanas.

Músicas de DJ Ivis caem nas plataformas de música

As músicas do DJ Ivis caíram nas paradas da internet após a divulgação de vídeos que mostra o músico agredindo sua ex-mulher, Pamella Holanda.


Entre segunda-feira (11) e terça-feira (12), das sete músicas que ele tinha no top 200 do Spotify, duas saíram do ranking e cinco caíram de posição.

  • “Volta bebê, volta neném”, com o DJ Guuga, caiu da 4ª para a 10ª posição.
  • “Galega”, com Zé Felipe, caiu da 22ª para a 28ª posição.

  • “Esquema preferido”, com Tarcísio do Acordeon, caiu da 44ª para a 58ª posição.
  • “Probleminha”, com os Barões da Pisadinha, caiu da 54ª para a 99ª posição.
  • “Não pode se apaixonar”, com Xand Avião e MC Danny, caiu da 67ª para a 103ª posição.
  • “Oi sumida”, com Vítor Fernandes, que estava em 179º, e “Deixa eu ser o seu amor”, com Nattan, que estava em 187º, saíram do top 200.

A queda pode ter dois motivos: por iniciativa dos próprios usuários, que fazem campanha nas redes para ativar a opção de ocultar as músicas do DJ nas plataformas, e dos próprios serviços. O Spotify tirou as músicas dele de suas principais playlists, como:

  • “Paredão explode”, com 1.106.821 seguidores

  • “Top Brasil”, com 5.804.985 seguidores
  • “Meu País Nordeste”, com 198.226 seguidores
  • “Pisadinha e piseiro”, com 241.394 seguidores

No dia 8 de julho, por exemplo, a música “Galega”, de Ivis com Zé Felipe, estava na capa e era a primeira faixa da playlist “Paredão explode”. Hoje a música nem está presente na lista.

O Spotify confirmou que tirou as músicas de Ivis de suas playlists editoriais (aquelas criadas pela própria plataforma, e não pelos seus usuários).

A Deezer também informou que “removeu todo destaque editorial ao artista, tanto em capas como em posições de playlists”.

Na Deezer, das seis músicas com DJ Ivis na parada diária de terça-feira (13), cinco haviam caído de posição em relação a segunda, exceto “Galega”, em 48º. A posição anterior não aparece no serviço.

Demissão de produtora

A produtora Vybbe, responsável pelo gerenciamento da carreira do DJ Ivis, informou que desligou o artista da empresa, após a divulgação dos vídeos.

Ivis é produtor de Xand Avião desde a época do Aviões do Forró e, neste ano, se lançou como artista, tendo sucesso nacional com músicas como “Volta Bebê, Volta Neném” e “Esquema Preferido”.

“Não admito, nem compactuo com nenhum tipo de violência, ainda mais com uma mulher. Nada explica, não tem explicação”, afirmou o Xand.

“Infelizmente, não tem como continuar com ele na nossa empresa.”

Menina de 3 anos, que perdeu um olho para o câncer, ganha boneca igual a ela, e alegria resplandece!

Artigo Anterior

‘Não vê TV nem celular’: a menina de 2 anos que viralizou falando palavras difíceis

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.