Notícias

Casal escala monte por 3 dias para se casar a 6,4 mil metros de altitude

Os noivos Jhonny Pacheco e Heydi Paco escalaram por 3 dias as encostas escarpadas do Monte Illimani, na Bolívia, para realizar um sonho quase impossível: casar-se a mais de 6 mil metros de altitude.



Com muito planejamento e esforço, eles trocaram os votos em um pico coberto de neve do Monte Illimani, perto das cidades de El Alto e La Paz, que fica a uma altura de 6.462 metros acima do nível do mar.

Johnny disse à agência de notícias EFE que a ideia do casamento em altitudes extremamente elevadas parecia louca no início, mas o casal estava determinado a torná-lo realidade.

Ele contou que o planejamento da cerimônia teve início logo depois que ele pediu Heydi em casamento no topo do Monte Huayna Potosi, um pico perto de La Paz, a uma altura de 6.088 metros.


Para o matrimônio nas alturas se tornar possível, o casal escolheu para padrinhos e damas de honra montanhistas experientes. Juntos, elaboraram um plano para o grande dia.

Uma jornada para o céu

O casal deixou a casa onde mora, em Cochabamba, no dia 4 de agosto, e viajou para La Paz. No dia seguinte, iniciou a jornada de três dias até o cume do Monte Illimani.

Membros do grupo de escalada foram encarregados de carregar os vestidos, enfeites e a comida montanha acima. Cada um deles levou cerca de 20 kg de peso em suas mochilas.


Os noivos e seus convidados caminharam por um dia até um acampamento na montanha, conhecido como “Nido de Condores” (Ninho dos Condores), onde passaram a noite. Na manhã seguinte, eles iniciaram o trecho mais desafiador da viagem, o da escalada.

No dia 7 de agosto, eles finalmente chegaram ao topo do cume gelado, onde foram recebidos por uma temperatura de -10ºC, contou Heydi.

Véu, buquê, cordas e grampos

O vídeo da cerimônia mostra Jhonny usando um capacete de montanhismo e grampos de alpinismo, e caminhando por um corredor improvisado cercado por buquês de flores, enquanto se agarra ao seu padrinho.


Direitos autorais: reprodução/ YouTube

Heydi também usava grampos de alpinismo e foi guiada até o futuro marido por uma corda. Ela usou um longo véu de casamento que dois de seus companheiros de escalada seguravam atrás dela, e carregava um buquê de rosas em seus braços.

Os noivos então receberam sua certidão de casamento das mãos de um dos montanhistas que os acompanhava, dizendo “eu aceito”, o que resultou numa grande salva de palmas dos convidados reunidos.

Devido ao intenso vento frio no topo do Illimani, eles rapidamente vestiram suas roupas de escalada e voltaram para um acampamento na montanha, para comemorar e tirar algumas fotos.


“Foi um sonho que se tornou realidade para mim. Como casal, vamos nos lembrar para sempre “, disse Heydi. “Foi uma boa escolha. Acho que foi o melhor lugar para estar mais perto do céu e mais perto de Deus. Sempre será algo inesquecível”, afirmou Jhonny.

Mulher é expulsa de avião ao acender cigarro. ‘Foi um longo dia’, disse ela

Artigo Anterior

Joelma diz que prefere ‘a morte’ a voltar com o ex e irrita Ximbinha ao falar de retorno da Calypso

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.