Notícias

Cinco pessoas denunciam patroa, depois que babá pulou do 3º andar pra fugir dela

Direitos autorais: reprodução/ TV Bahia
baba 1

Depois que uma babá pulou do 3º andar de um prédio para fugir de um apartamento em Salvador (BA), cinco pessoas denunciaram a patroa do local, Melina Esteves França.

De acordo com a Rede Globo, todas disseram que sofreram maus tratos e não receberam pagamentos.

Melina é mãe de trigêmeas de 1 ano e 9 meses. Ela se apresentou à delegacia para prestar depoimento, da mesma forma como fizeram as babás. Agora o caso será investigado pela Polícia Militar.

As babás alegam que sofreram maus tratos, pois trabalharam por longos horários, cerca de 12 horas seguidas, sem registro na carteira de trabalho e nem pagamento de salário.

O primeiro caso que veio à tona aconteceu com Raiana Ribeiro da Silva, de 25 anos, que ficou ferida após pular do terceiro andar. Ela disse que foi mantida em cárcere privado após comunicar à patroa que deixaria o emprego.

“Ia fazer oito dias que estava trabalhando lá, mas a agressão começou na terça-feira. Começou porque eu falei para ela que não dava mais para mim, que eu ia sair na quarta-feira. Aí ela falou: ‘Vou te mostrar, vagabunda, se você sai’. E aí começou a me agredir”, contou Raiana.

Conforme relato de Raiana, Melina teria trancado a jovem no banheiro e, neste momento, a vítima resolveu fugir do local. Segundo a babá, ela não se alimentava ou bebia desde a última terça-feira (24). Bruno Oliveira, advogado que representa Raiana, afirmou que o caso se enquadra em crime de cárcere privado.

0 %