Notícias

Ex-jogador do Ajax morre após ser espancado pela própria família

Foto: Reprodução
Ajax jogador

O atacante congolês Jody Lukoki, que começou a carreira profissional no Ajax, morreu aos 29 anos, na última segunda-feira (9).

De acordo com a imprensa holandesa, o jogador morreu após ser espancado pela própria família.

O jornal Parool afirma que ele morreu de parada cardíaca no hospital após ser espancado por seus familiares durante uma discussão.

Já o diário Algemeen Dagblad diz que Lukoki procurou os médicos no domingo, se queixando de dores na cabeça e no joelho, mas seu estado era muito mais grave do que isso.

O Dutch News relatou que os médicos decidiram amputar a perna do jogador, que estava gravemente infectada. O atacante entrou em coma após a operação e teve uma parada cardíaca.

A morte de Jody Lukoki está sendo investigada pela polícia holandesa.

Lukoki teve passagens por Zwolle (Holanda), Ludogorets (Bulgária) e Yeni Malatyaspor (Turquia). O último clube dele foi o Twente, da Holanda.

Em junho do ano passado, o atacante assinou contrato de duas temporadas com o Twente, mas sofreu uma grave lesão no joelho na pré-temporada. Sem entrar em campo, Lukoki rescindiu com o clube em fevereiro deste ano.

Com o Ajax, Lukoki disputou 39 partidas pela equipa principal, antes de ser emprestado ao Cambuur.Ele ainda teve passagens por Zwolle (Holanda), Ludogorets (Bulgária) e Yeni Malatyaspor (Turquia). O último clube delfendido pelo atacante foi o Twente, da Holanda. Seu contrato foi reiscindido em fevereiro deste ano, depois de o jogador ter sido condenado pela justiça por agredir a companheira.

“O clube está chocado e profundamente comovido com este trágico acontecimento”, disse o Twente, em comunicado.

0 %