Notícias

Família morre abraçada; veja quem são as vítimas da tragédia em Petrópolis

Temporal em Petropolis

O temporal que provocou deslizamentos e alagamentos, destruindo parcialmente Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, deixou pelo menos 94 mortos e ainda dezenas de desaparecidos – o número, no entanto, um número ainda considerado incerto pelas autoridades.

Veja abaixo quem são algumas das vítimas já reconhecidas, de acordo com parentes e pela Defensoria Pública do Rio de Janeiro (DPRJ), e os desaparecidos, segundo o Ministério Público (lista em atualização):

Mortos (identificados por parentes e pela DPRJ)

  • Maria Eduarda Carminate de Carvalho (Duda), 17 anos
  • Tânia Leite Carvalho, 55 anos
  • Helena, 1 ano e 11 meses
  • Maria das Graças de Paiva Destro (Dona Fia), 73 anos
  • Rafael Xavier
  • Yasmin Eliseu Alves
  • Cecília Lima Fioresi, 40 anos
  • Paulo César da Silva Seabra
  • Maria Eduarda de Almeida da Silva, de 20 anos
  • Evely Luiza Neto da Silva, de 11 anos

Duda, Tânia e Helena

whatsapp image 2022 02 16 at 15.30.08

Direitos autorais: Reprodução.

Uma das cenas marcantes da tragédia em Petrópolis foi a de Gizelia de Oliveira Carminate, de 36 anos, usando uma enxada para cavar a lama e tentar encontrar parentes soterrados.

No início da tarde, a agonia se transformou em dor: a moradora de Juiz de Fora (MG) recebeu a confirmação de que a filha, Maria Eduarda Carminate de Carvalho, a Duda, de 17 anos, tinha tido o corpo reconhecido.

“Minha filha era a coisa mais linda que tem no mundo”, disse a mãe.
Gizelia contou que Duda foi encontrada no sofá abraçada à madrinha dela, Tânia, e sua neta, a bebezinha Helena, de 1 ano.

Dona Fia

idosa do projeto petropolis

Direitos autorais: Reprodução/Redes sociais.

Maria das Graças de Paiva Destro era integrante da diretoria do Projeto do Morro, que atende a cerca de 500 crianças em Petrópolis.

Ela era conhecida na localidade como “Dona Fia”, morava ao lado da sede do projeto e, segundo a família, ficou soterrada.

O prédio do projeto ficava no bairro Alto da Serra, na região do Morro da Oficina, onde ocorreu um desmoronamento. A estrutura de quatro andares desapareceu completamente.

Desparecidos

O número total de desaparecidos ainda não foi contabilizado. O Ministério Público do Rio (MPRJ) está fazendo um cadastro de quem não foi encontrado e divulgou a seguinte lista:

desaparecidos

Direitos autorais: Reprodução.

  1. Sônia Reis
  2. Mirian Souza Pinheiro da Silva Ferreira
  3. Mariana
  4. Giselaine Moreira dos Santos Conegundes
  5. Matheus Gritz Alves de Souza
  6. Luciana Souza
  7. Andréa Macedo de Almeida Mendonça
  8. Otto Karl Heil Stock
  9. Nilson Pereira Amorim
  10. Christiane Ferraz Blower Stock
  11. Raquel Gritz Junqueira
  12. Sheila Sardinha de Matos Coimbra
  13. Bernardo Pinto de Albuquerque
  14. Lara Souza Assumpção
  15. Amanda Stock
  16. Maria Auxiliadora (?)
  17. Thais Marinho de Oliveira Silveira
  18. Marcel Karl
  19. Raquel Novaes Rocha
  20. Sarah Walsh de Albuquerque
  21. Raquel de Lima Novaes Rocha
  22. Luiz José Faria Ramos
  23. Marcos Cicero da Silta Terra
  24. Marcelo Luiz
  25. Gabriel Vila Real da Rocha
  26. Maria de Fátima Silva
  27. Robson Vinicius da Costa
  28. Fabiano de Assumpção Ribeiro Ferreira
  29. Zaira da Silva Chear
  30. Raquel Dias de Macedo
  31. Nathalia Bessa
  32. Rodolfo Perlingeiro de Jesus
  33. Ana Claudia da Silva Terra
  34. Rita de Cassia Moffatt Perlingeiro
  35. Olga Sorgini Cortesi
0 %