Notícias

Empregada diz que Henry saiu apavorado e mancando, após ficar trancado no quarto com Jairinho

henry

Em depoimento, a mulher foi questionada do porque não havia mencionado essa informação antes.



Leila Rosângela de Souza era empregada do casal Monique Medeiros e Dr. Jairinho. Em um novo depoimento para a polícia, disse que a mãe de Henry dava remédios de ansiedade para ele. Além disso, admitiu ter visto o menino sair apavorado do quarto do casal e mancando, após ter ficado trancado com Jairinho.

A empregada já havia sido ouvida uma primeira vez e disse que Henry e o padrasto não costumavam ficar trancados no mesmo cômodo. Porém, as informações mudaram no segundo depoimento que fez e voltou atrás, alegando que tinham sim ficado sozinhos.

A babá de Henry já tinha relatado à polícia que o garoto estava mancando no dia que ficou no quarto com o padrasto. Essa informação também é confirmada por meio de mensagens que a babá Thayná Ferreira havia troca com Monique. A polícia recuperou após ter sido apagada.


Leila Rosângela em seu segundo relato diz que Jairinho e Henry ficaram isolados por cerca de 10 minutos, mas não ouviu nenhum barulho de dentro do cômodo porque ficava a maior parte do tempo na cozinha. Com informações do G1, a empregada declarou que via o casal fazendo uso de muitas medicações, mas não soube dizer o motivo.

Alegou que Monique dava medicação para Henry 3 vezes ao dia, além de xarope de maracujá. Segundo a mãe do menino, os remédios eram para controlar a ansiedade, porque ele não dormia direito e passava muto tempo acordado.

Ainda não foi informado se os remédios que Henry tomava tinham prescrição médica para que ele os usasse. Leila Rosângela contou mais fatos à polícia, dizendo que quando Jairinho entrou no apartamento no dia 12 de fevereiro, Henry pulou em seus braços. Foi a primeira vez que viu o garoto ter esse comportamento, e achou estranho.

Além disso, percebeu que a porta no quarto do casal estava trancada enquanto Henry e Jairinho estavam lá dentro. Só viu isso quando foi ao closet guardar roupas. Ouviu que a babá perguntou a Henry o que tinha acontecido quando ele saiu do quarto, mas o menino não respondeu. Ela perguntou porque ele estava mancando e Henry disse que havia caído da cama e o joelho estava doendo.


Henry queixou-se de dor de cabeça e pediu para que a babá não penteasse seus cabelos. Episódios de vômitos aconteciam de vez em quando, mas o choro o tempo todo era recorrente. A babá prestou novo depoimento também sobre as supostas agressões que Henry havia sofrido. De acordo com ela, Monique tinha conhecimento do que o filho sofria.

Disse também que a empregada de casa mentiu. Caso ainda está sendo investigado pela polícia e novas informações estão sendo apuradas. Qual a sua opinião sobre essa história? Comente e compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!

Mesmo com Instituto fechado, Neymar sustenta 142 famílias e mantém emprego durante pandemia

Artigo Anterior

“Sempre fizemos tudo certo”: filho perde pai e mãe para a covid-19 em intervalo de 30 minutos

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.