Notícias

“Minha cara caiu”, desabafa mulher que se arrependeu de fazer bichectomia

Sem Titulo 1 19

A influenciadora relatou sua terrível experiência após procedimento estético. Alertou para que as pessoas tomem cuidado ao buscarem esse tipo de intervenção.



A pressão estética muitas vezes faz com que mulheres recorram a procedimentos que não precisam. A indústria da beleza acaba vendendo um tipo de beleza padronizada e perfeita que só consegue ser alcançada com intervenção cirúrgica, ou procedimento estético que são invasivos.

A harmonização facial está na moda e cada vez mais vemos profissionais e clínicas disponibilizando esse tipo de serviço. Prometem uma modelação do rosto por um preço mais acessível que uma cirurgia plástica e os especialistas que aplicam esses métodos não precisam ter muita experiência. Isso por si só já é algo que deveria servir de bandeira vermelha para aqueles que buscam esses tratamentos.

Uma influenciadora usou suas redes sociais para fazer um alerta sobre a bichectomia e relatou sua experiência pessoal. Em uma matéria para a revista Marie Claire, o cirurgião plástico Dr. Fernando Bianco explicou sobre a intervenção.


Esse procedimento é uma retirada parcial da bola de Bichat, que nada mais é do que um acúmulo de gordura na face. É utilizado para diminuir as bochechas e o ideal é que seja realizado em um ambiente seguro e por um médico especializado.

Um dos riscos é justamente o que Jéssica Frozza mostrou em suas redes sociais. O rosto fica com um aspecto envelhecido, porque perde a sustentação que tinha antes. Inicialmente, esse procedimento era realizado apenas em pessoas que possuíam o rosto bem cheio, mas agora, se popularizou entre as mulheres.

Devido a isso, muitas estão se submetendo ao processo e ficando com o resultado nem um pouco parecido com o que de fato gostariam. Se o profissional que faz a intervenção não tem conhecimento necessário, pode retirar mais do que o permitido, acarretando em consequências futuras para a paciente, pois a gordura na face tem o papel primordial de sustentação da mesma, explicou o especialista.

Jéssica revelou que a falta de pesquisa ajuda na desinformação. No primeiro ano, o resultado fica incrível, mas é apenas nessa época, pois segundo ela, seu rosto caiu e ela agora precisa fazer estímulo de colágeno para que retorne ao formato anterior. A face ficou flácida, com aparência de cadavérica.


A influencer disse que se alguém a tivesse avisado, igual ela agora está fazendo, jamais faria esse tipo de procedimento. Refletiu sobre a aceitação do próprio corpo, que segundo ela, está faltando nas mulheres. Disse ainda que para ter novamente o aspecto natural do rosto, faz preenchimentos para levantar as bochechas, que perderam sua sustentação depois da bichectomia.

Mãe e madrasta são levadas a delegacia após criança de 6 anos agredida ser internada em estado grave

Artigo Anterior

Paulo Gustavo: sem hemorragias, médicos têm ‘mais confiança’ em recuperação

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.