Notícias

Iza e Emicida se recusam a gravar abertura de novela por divergência política com Lobão, diz colunista

Foto: Reprodução
capa iza

Iza e Emicida decidiram deixar a direção da Globo em caos: eles se recusaram a gravar a música Vida Louca, Vida, que seria usada como tema de “Cara e Coragem”, próxima novela das sete da emissora.

O motivo seria porque a canção foi composta por Lobão, que chegou a fazer campanha para eleger Jair Bolsonaro em 2018.

Segundo informações, a atitude dos dois cantores pegou a todos de surpresa, já que a novela está prestes a estrear na programação.

Como Iza e Emicida são funcionários da empresa de TV (ela é jurada do The Voice, e ele está no elenco do Papo de Segunda, do GNT), o segundo plano é escolher outra música para ser utilizada como tema de abertura da trama, que terá Taís Araujo como uma das protagonistas.

“Vida Louca, Vida” foi cantada incialmente na voz de Cazuza (1958-1990), e composta por Lobão e Bernardo Vilhena em 1987.

Lobão foi um dos artista que mais defendeu Bolsonaro durante a corrida eleitoral de 2018, no entanto hoje se arrepende de ter ajudado o atual presidente a se eleger.

whatsapp image 2022 05 10 at 15.24.17.jpeg

O cantor Lobão se diz desencantado com o governo Bolsonaro – Direitos autorais: Divulgação

Por conta de sua atuação como panfletário do líder do executivo, ele acabou comprando brigas no meio artístico e passou a ser rejeitado nos bastidores do cenário artístico e também deixou de ser convidado para participar de diversos programas na TV.

De acordo com a assessoria de Iza, ela teria recusado o compromisso devido a falta de espaço em sua agenda. “(Ela) decidiu não gravar porque está em estúdio finalizando o álbum. A novela (também) deve estrear junto com o lançamento de um clipe/single novo”, diz o comunicado.

0 %