Notícias

Luciana Gimenez surge aos prantos após Leo Dias divulgar que seu pai deixou R$ 2 milhões a desconhecida

Foto: Reprodução
leo dias

Luciana Gomenez postou uma série de vídeos em seus Stories, no Instagram, na noite desta quarta-feira (8), após Leo Dias divulgar que o pai dela, João Alberto Morad — que morreu em dezembro de 2020 —, teria deixado mais de R$ 2 milhões de herança para uma mulher desconhecida. Vale acrescentar que Luciana era filha única do empresário.

“Queria entender o que a morte do meu pai tem de importante para mídia. Alguns jornalistas usam desgraça alheia para dar ibope. O que a morte do meu pai importa pras pessoas? Não tem um tipo de respeito, de ligar para perguntar, para falar nada. Sim, meu pai morreu e eu era filha única. Queria saber, senhor Leo Dias, o que tem a ver a morte do meu pai para você? Você tem pai? Você se importa com a vida dos outros?”, começou ela.

Já aos prantos, a apresentadora questiona o limite da privacidade que pessoas públicas deveriam ter. “Queria saber se você está feliz em falar da minha vida privada, da morte do meu pai. Está feliz em falar da morte do meu pai em público? Vocês acham que só porque a pessoa é famosa ela perde total o direito a qualquer tipo de dignidade e privacidade? Para quem não sabe: meu pai tinha um dinheiro de inventário e as pessoas deixam o dinheiro para quem elas quiserem! E isso não é da conta de nenhum jornalista falar da morte do meu pai!”, disse.

“Só porque eu sou famosa, não quer dizer que eu não tenha sentimento, não, não quer dizer que eu não sinta. Quem está me ouvindo também tem pai, mãe, e todo mundo sabe que é um momento tão dolorido que a gente não quer dividir com ninguém, não quer ficar reabrindo esse tipo de ferida”, continuou Luciana.

Por fim, a apresentadora defendeu a decisão tomada pelo pai. “É o cúmulo, é o final! Essa foi muito baixa. É muito baixo você mexer na vida do pai que morreu, da mãe que morreu. Pelo amor de Deus, vai! Eu não preciso de dinheiro de ninguém, porque eu trabalho honestamente pra ganhar o meu. E meu pai tem direito de fazer o que ele quiser. E o q ele fez é a mim que pertence, aos meus advogados o que ele fez não tem nada a ver com você. Nunca ganhei dinheiro de ninguém. Guardei uma coisa do meu pai: amor, respeito, educação”, finalizou ela.

0 %