Notícias

Luciano Camargo revela que perdeu 40 mil seguidores após se converter

Foto: Divulgação
lucianosite

Luciano Camargo, dupla de Zezé, assumiu ter sofrido um “prejuízo” por se converter à vida religiosa e lançar um álbum gospel. O sertanejo explicou que teve uma surpresa assim que a primeira música do projeto foi liberada para o público. “Fui cancelado, eu nem sabia disso. Perdi 40 mil seguidores”, contou ele.

Em entrevista ao podcast Positivamente, comandado por Karina Bacchi no YouTube, o músico foi questionado se percebeu um afastamento das pessoas quando resolveu se dedicar aos caminhos da fé.

“Eu sempre fui de poucos amigos, esses que são de verdade, não se afastaram. Eu nunca fui homem de fazer farra. O sertanejo gosta de fazer violada em casa, eu nunca tinha feito. Eu fiz agora, levei um menino para tocar, em um momento nós cantamos louvor”, iniciou ele.

“Eu não tive essa experiência de alguém se afastar de mim, eu tive aquilo de ser cancelado, do cancelamento, eu nem sabia disso. Como eu não vivo do Instagram, a minha atenção para rede social é mínima. Não é o meu foco. O projeto saiu, quando eu lancei a primeira música, na outra semana, o pessoal que estava acompanhando falou: ‘Você perdeu mais de 40 mil seguidores em dois, três dias'”, continuou ele.

O irmão de Zezé logo associou a queda de seguidores com o fato de ter escolhido se dedicar à música gospel. “Foi a minha posição, com certeza, alguém que estava ali por estar. Hoje em dia, se você colocar o que você pensa, você já está sendo contra qualquer outra coisa”, avaliou ele.

Em abril, Luciano já havia comentado sobre a decisão de usar a música como uma ferramenta para falar de Deus. “Deus me amou antes de eu amar Ele. A pandemia me trouxe isso, por mais que eu fosse o Luciano Camargo que vendeu mais de 50 milhões de discos, o ganho espiritual foi absurdo na minha vida. Eu sou insignificante, mas eu sou muito amado!” afirmou ele no Show Gospel, da plataforma de streaming Netfé.

Confira o podcast na íntegra:

0 %