Notícias

“Mais fácil mundo acabar”: festa com Gusttavo Lima ironiza STJ e apaga

Foto: Instagram
capa gusttavo 1

Na tarde deste domingo (5/6), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu a realização XVI Festa da Banana em Teolândia (BA).

O evento, que teria show de Gusttavo Lima contratado por R$ 704 mil, ironizou a decisão do presidente da Corte pelas redes sociais e disse que era “mais fácil o mundo acabar” do que o sertanejo não se apresentar.

A festa entrou na mira do Ministério Público da Bahia (MPBA) pelo alto valor investido por um município com menos de 20 mil pessoas e que se encontra em delicada situação fiscal.

Mais de R$ 2 milhões seriam investidos pela prefeitura, mais que o valor recebido pelo município para reconstruir a estrutura de Teolândia depois das fortes chuvas que a afligiram no fim de 2021.

“Hoje tá mais fácil o mundo acabar do que Gusttavo Lima não se apresentar na Festa da Banana. Cheguem cedo!”, avisou a organização pelas redes sociais, mesmo depois da decisão do STJ.

A publicação, porém, foi apagada e substituída por outra com a seguinte mensagem: “Com muita tristeza, comunicamos o cancelamento da festa de hoje!”.

Veja as publicações:

festa banana ironiza stj

Direitos autorais: Reprodução/Instagram

festa banana cancelada 575x1024 1

Direitos autorais: Reprodução/Instagram

Apesar de a prefeitura ter conseguido recorrer da decisão do Tribunal de Justiça do estado para realizar o evento, o ministro Humberto Martins, presidente do STJ, proibiu a realização.

Cuida-se de gasto deveras alto para um município pequeno, com baixa receita, no qual, como apontado pelo Ministério Público da Bahia, o valor despendido com a organização do evento chega a equivaler a meses de serviços públicos essenciais”, apontou o magistrado.

A prefeita da cidade, Rosa Baitinga, do Progressistas, já chegou a afirmar que trazer um show de Gusttavo Lima era um sonho pessoal.

Ao conseguir a autorização para que a festa fosse realizada, a gestora comemorou nas redes sociais. “Ninguém consegue derrotar aquele que Deus escolheu para vencer. Deus é justo! Deus sonda e conhece o meu coração”, publicou.

Nota da prefeita

Por volta das 22h, depois de ter feito discurso ao público que se dirigiu ao local do show, Rosa Baitinga publicou nota nas redes sociais em que afirma que “lutou com todas as suas forças para a realização da festa utilizando-se dos instrumentos legais”, mas que respeitará a decisão judicial.

A prefeita ressaltou que um eventual descumprimento traria prejuízos financeiros, “em razão da previsão de pagamento de multas estabelecidas”.

Veja o comunicado:

A Prefeita do Município de Teolândia, vem a público informar que após a decisão judicial do Juízo da Comarca de Wenceslau Guimarães suspendendo a festa, não poupou esforços, conseguindo em tempo recorde, uma decisão junto ao Tribunal de Justiça do Estado da Bahia que que permitia a realização da XVI Festa da Banana, conforme noticiado na imprensa e redes sociais.

Entretanto, nesta tarde, foi surpreendida com uma decisão do Superior Tribunal de Justiça, restabelecendo a decisão originária que determina a suspensão da evento.

Diante desse cenário, a Prefeita ressalta que lutou com todas as suas forças para a realização da festa utilizando-se dos instrumentos legais, entretanto como é recorrente, a administração sempre respeitou as decisões judiciais, esclarecendo ainda, que eventual descumprimento, por certo trará prejuízos, econômicos e
financeiros, em razão da previsão de pagamento de multas estabelecidas na decisão.

Dessa forma, em respeito ao Poder Judiciário, não resta outra alternativa, senão acatar a decisão judicial e suspender o evento, agradecendo a compreensão do povo de Teolândia e das pessoas que sempre prestigiaram a nossa Festa da Banana.

Um abraço a todos.

0 %