Notícias

Maria Gadú: “Vamos tirar Bolsonaro, mas vamos olhar para o Congresso”

Foto: Instagram
gadu

A cantora Maria Gadú afirmou na noite desta segunda-feira (13/6) que Jair Bolsonaro será derrotado nas urnas e cobrou engajamento nos votos também para o Congresso Nacional. Em conversa com a coluna, Gadú disse que Bolsonaro é um “homem sem escrúpulo e sem caráter”.

“A gente vai tirar o Bolsonaro, mas a gente tem que eleger um Parlamento, deputadas e deputados federais. Os projetos de lei saem dali. A gente está cansada de ir para lá lutar e tomar bala”, disse. A cantora fez uma apresentação no lançamento da série do YouTube “O som do rio”, em São Paulo, que estreará às 11h desta terça-feira (14/6).

“Estamos com muitas campanhas indígenas. A Sonia Guajajara sairá como deputada por São Paulo, Célia Xakriabá por Minas Gerais, Vanda Witoto pelo Amazonas”, prosseguiu Gadú, que pregou voto certo em Lula.

Para a artista, o país passa por um momento “tenebroso” e Bolsonaro é talvez a pior liderança do mundo. “Bolsonaro é a pior liderança do mundo, talvez. Ele não lidou com pandemia, inflação, fome. Não lidou e nem vai lidar com o desaparecimento de dois ativistas [o indigenista Bruno Pereira e o jornalista Dom Phillips]. Não tenho nem adjetivo pejorativo para esse homem”.

Com quatro episódios, a série “O som do rio” mostra uma jornada de descobertas pelo Rio Tapajós, no Pará. Também participaram do projeto o cantor Lenine; a ativista indígena Val Munduruku; a médica Thelma Assis, campeã do Big Brother Brasil; e o influenciador digital Vítor diCastro. A direção é de Carol Quintanilha.

0 %