Notícias

Mulher denunciou carta de vizinhos criticando que ela ande ‘nua’ dentro de casa

Direitos autorais: Reprodução/Facebook
42123

Quando estamos dentro de nossas casas, temos a liberdade de fazer o que quisermos a hora que quisermos e com quem quisermos. Contanto que as nossas atitudes não prejudiquem os nossos vizinhos de uma maneira muito grave, temos todo o direito de viver da maneira que achamos certo, sem nos preocuparmos com o julgamento.

A liberdade que as casas oferecem às pessoas é o motivo pelo qual vários jovens e adultos deixam as residências de suas famílias e decidem morar sozinhos. No entanto, para alguns de nós, essa fase que deveria ser de tranquilidade e liberdade pode trazer algumas dores de cabeça.

Esse é o caso de uma mulher de Essex, na Inglaterra. Conforme contado pelo Daily Mail. Alexandria Taylor, de 26 anos, foi até as redes sociais denunciar sobre algo muito inusitado que aconteceu em sua vida.

A mulher compartilhou uma carta anônima, assinada por seus “vizinhos” pedindo para que ela não andasse nua dentro da própria casa. Em entrevista ao jornal britânico, Taylor, disse que estava caminhando em direção ao seu carro quando viu um bilhete preso no para-brisa. Ao desdobrar a o papel, se deparou com o bilhete que dizia:

“Seria um gesto muito apreciado se você puder fechar as suas cortinas ao andar nua em sua casa. Minhas crianças não querem ver você mostrando a sua bunda”.

A mulher, que tem dois filhos, compartilhou a mensagem em um grupo no Facebook, demonstrando toda a sua incredulidade e indignação com a mensagem ousada que lhe foi escrita.

Na publicação, Taylor disse que isso foi a coisa mais “bizarra” que já lhe aconteceu, e que não conseguia entender aquilo. Ela ainda se explicou, dizendo que não estava andando nua e que usava uma camiseta e uma calcinha, que cobriam boa parte de suas nádegas.

Screenshot 1 2

Direitos autorais: Reprodução/Facebook

A mulher ainda acrescentou que os vizinhos têm sorte, porque em alguns momentos ela costuma andar com menos roupa do que isso.

Sua revolta com a situação também ficou clara quando disse que não sabe qual foi a educação que os vizinhos receberam para achar que as roupas que usa dentro de casa são um problema e pensarem que é normal espiar a casa alheia e dizer à outra pessoa como ela deve se vestir.

Sua denúncia foi recebida com muita atenção por várias pessoas, que conseguiam compreender muito bem o seu lado da situação.

Diversos comentários demonstravam apoio à Taylor, e algumas pessoas ainda disseram como lidariam com os vizinhos. Um dos usuários disse que provocaria ainda mais os autores da carta.

“Eu esperaria escurecer, acenderia todas as luzes da casa, entraria em todos os cômodos e pressionaria minhas nádegas contra as janelas”, escreveu. Outra pessoa escreveu: “É a sua casa e você se veste do jeito que quiser dentro dela”.

A britânica agradeceu às mulheres da publicação e informou que não vai mudar sua roupa por conta dos vizinhos. “Agora me sinto melhor com o apoio de vocês. As pessoas não deveriam olhar para a casa das pessoas se não gostarem da vista”, comentou a mulher.

0 %