Notícias

Mulher simula dor abdominal e denuncia cárcere privado; suspeito é preso

Na noite de domingo (4) uma mulher fingiu estar com dor abdominal para que seu companheiro a levasse ao hospital em Alvorada, na região metropolitana de Porto Alegre. Segundo a Polícia Civil, usando a tática, ela conseguiu denunciar o homem que a mantinha em cárcere privado desde o dia anterior.



Funcionários da unidade hospitalar chamaram a polícia e o homem acabou sendo preso em flagrante. O suspeito teve prisão preventiva decretada na tarde de hoje pela Justiça do Rio Grande do Sul.

“A vítima estava em cárcere privado com o suspeito e teria dito que estava com muita dor para que ele levasse ela ao hospital”, explica Samieh Saleh, delegada titular da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) de Alvorada, em entrevista.

De acordo com a delegada da Polícia Civil, a vítima detalhou que o homem a ameaçou, dizendo que mataria a filha da vítima, de oito anos, caso a mulher tentasse fazer algo.


“Ela foi até o hospital e no momento que conseguiu ficar sozinha relatou toda a situação de cárcere privado, e que ele estava no saguão com a filha dela”, detalha a delegada.

A mulher relatou que conheceu o homem há três anos, vivendo um relacionamento de idas e vindas com ele, mas que os dois estavam juntos sem términos desde o começo do ano.

A delegada Samieh disse que a vítima detalhou que o companheiro é usuário de drogas e estava sendo extremamente violento nas últimas semanas. “[Ele estava] Agredindo ela e estuprando ela por vários dias. A partir do sábado ele não deixou mais ela sair de casa”.

A prisão


Ao tomarem conhecimento da situação da mulher, os funcionários do hospital ligaram para a Brigada Militar gaúcha, que foi até o local e prendeu o suspeito em flagrante.

Na delegacia, o delegado plantonista representou pela prisão preventiva do acusado, a qual foi decretada hoje pelo Poder Judiciário pelos crimes de estupro, lesão corporal, cárcere privado e ameaça.

Segundo a delegada, há ainda a informação de que a vítima está grávida do suspeito, após exames no hospital.

Com lesões, a vítima fez acompanhamento médico e foi levada para fazer exames de corpo de delito após denunciar o suspeito. Tanto ela quanto o bebê estão em bom estado de saúde.


Disney impede mulher de amamentar em público para “não chocar estrangeiros”

Artigo Anterior

Mulher de Rodrigo Faro desabafa sobre estado de saúde da família

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.