Notícias

Nua e amarrada em árvore, estrela pornô é encontrada morta no Japão

Foto: Reprodução
atriz 1

Conhecida por sua atuação no cinema pornográfico, a atriz japonesa Rina Arano, de 23 anos, foi encontrada morta em uma floresta na cidade de Ibaraki, a 150 km de Tóquio. O corpo dela estava nu e amarrado em uma árvore.

De acordo com o jornal New York Post, Rina foi dada como desaparecida desde o dia 8 de junho e teve seu cadáver descoberto no último dia 14. “Rina Arano estava amarrada sem roupas a uma árvore, e já estava morta há duas semanas”, informou o comunicado divulgado pela polícia do Japão.

O principal suspeito da morte da atriz é Hiroyuki Sampei, um funcionário de escritório de 33 anos. Câmeras de segurança de uma estação de trem próxima à casa dele registraram o momento em que Rina chegou à casa de Sampei e foi recebida por ele. De acordo com informações do The Sun, Rina e Sampei se conheceram no Twitter e conversaram na rede social antes de se encontrarem. O celular da vítima também foi achado na residência do suspeito, localizada a menos de 2 km do local em que o corpo foi encontrado.

Apesar das evidências, Sampei negou em depoimento à polícia ser o responsável pelo assassinato de Rina. Ele afirma que todas as suas ações, inclusive a de ter algemado a atriz, foram feitas com o consentimento da mesma e que ela não informou para onde iria após, supostamente, ter deixado sua casa.