Notícias

Pabllo diz que Lula mudou sua vida e pretende cantar em possível posse

capa Pablllo
Comente!

Sua ascensão foi tão meteórica que nem parece que faz somente cinco anos desde que Pabllo Vittar surgiu no mercado musical brasileiro. De lá para cá, uma coleção de hits, shows ao redor do mundo e a conquista de uma legião de fãs em meio a um país que ainda oferece violência e preconceito aos LGBTs. Festejando os cinco estrondosos anos de carreira, Pabllo mergulha agora em seu projeto mais ousado. Foram dois meses de ensaio e horas a fio para preparar a experiência audiovisual “I Am Pabllo” que os fãs da cantora tanto sonharam.

Gravado na Oca do Parque do Ibirapuera, o espetáculo reúne os maiores sucessos de sua carreira, apresentados em quatro palcos diferentes, com direito a muitas luzes e coreografias. É a realização do desejo que a drag queen de apenas 27 anos ousou se permitir sonhar.

“Não acho que cheguei lá. Ainda tenho muita coisa para fazer. Desde o começo do ano, venho me preparando fisicamente e psicologicamente para isso. Tudo que os fãs mais pediram está aí. Fico feliz de ter chegado até aqui. Não tenho pressa, vou fazendo. Acho que é isso que me faz estar onde estou. ”

Ódio e esperança

Desde que despontou na mídia, conforme ganhava mais espaço, maiores eram também os ataques de ódio dirigidos a ela. Tudo culminou nas últimas eleições presidenciais, em 2018, quando foi alvo de uma série de notícias falsas que a associavam ao PT. Pabllo já sabe que a história deve se repetir em 2022, mas não se assusta.

“Sem dúvidas, [os ataques] vão acontecer porque o governo usa disso como arma para se promover. Mas não tenho medo porque ano que vem é Lula. Estou muito feliz que a gente vai sair desse buraco infernal”, comemora.

pablo vittar como vice perfil de lula explica imagem que circula na web 1533598758190 v2 750x421

Direitos autorais: Twitter

O carinho pela figura de Lula e o PT, no final das contas, não é uma mentira. Pabllo reforça a importância que os artistas carregam ao se posicionar politicamente, influenciando seus fãs e seguidores, e torce para estar presente na posse de Lula, caso ele seja realmente eleito. Artistas se posicionarem é um dever.

É a influência do bem contra o mal. Se Deus quiser, estarei na posse do Lula. Quero receber o convite formal! Cantarei com um belo vestido vermelho. Ele não sabe, mas fez parte da minha infância e da minha vida. Cresci com Bolsa Família, no MST, projetos que ele proporcionou. É uma referência para mim. Acredito muito na mudança que ele pode trazer, com muita fé e sabedoria.

Ninguém é intocável e Pabllo sabe bem o peso disso. Diante das recentes mortes de Marília Mendonça e Paulo Gustavo, a cantora explica que sentiu mais ainda a necessidade de se recolher e se reconectar com amigos e familiares. Curtir os prazeres mais básicos da vida menos glamurosa possível.

A gente fica se perguntando ‘Por quê?’. Eu gosto muito do meu trabalho, mas venho prezando mais pela minha vida pessoal. Hoje, prefiro estar com a minha mãe do que em uma festa badalada. Marquei encontros com amigos porque não sabemos o dia de amanhã. Minha rotina mudou. Gosto de ter meu tempo com as pessoas que amo senão a gente só trabalha e quando vê, não viveu.

Longe dos holofotes

Não se engane pela maquiagem caprichada, o cabelão e as roupas de grife. A Pabllo da vida real não é aquela que vemos na TV ou nos videoclipes.

Ainda vivendo em Uberlândia, ela se diverte com as coisas mais simples. Antes da entrevista, contava, animada, sobre um pagode que tinha ido no último fim de semana, e ensaiava alguns passos ao som do pop coreano que virou febre de uns anos para cá. “Não moro no Rio ou em São Paulo por escolha. Venho só trabalhar. Gosto de ter meu momento.

Não sou Pabllo Vittar 24 horas por dia. Gosto de sair, me divertir. Às vezes não estou bem. Eu pensava: ‘Sou a Pabllo Vittar e tenho que estar sorrindo’. Passava por cima dos sentimentos, Acho bom desmistificar isso de que o artista é um deus intocável”, pontua.

pabllo vittar mostra detalhes da sua mansao em sao paulo 1633044379328 v2 750x421

Direitos autorais: Divulgação/ Quinto Andar

O show deve continuar

Pabllo já tem shows marcados para janeiro do ano que vem, além da turnê internacional com paradas na Europa e também nos Estados Unidos. “Estou muito feliz! Estava com saudade de voltar aos palcos, viajar, rever meus fãs de fora. Voltar ao trabalho”, comemora Pabllo, que também já é presença confirmada no Lollapalooza Brasil do ano que vem.

Os cinco anos de carreira passaram voando, mas trouxeram grandes mudanças para ela e para o cenário brasileiro. Hoje, Pabllo não é a única drag queen ou artista LGBTQIA+ que estourou nas paradas de sucesso e com certeza não deseja ser a última.

“Fico feliz de poder fazer parte desse cenário musical que vem revolucionando o Brasil. Abri portas, assim como outras pessoas abriram portas para mim e continuarão abrindo. Quero que todo mundo passe [por essas portas], se divirta e cresça junto!”, conclui.

Comente!

Grávida? Marido de Sasha Meneghel, João Figueiredo dá detalhes do primeiro filho

Artigo Anterior

Cauã Reymond aparece com a filha e seguidores brincam: “Parece com a madrasta”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.