Notícias

Pais reencontram filho 16 anos depois de ser sequestrado na maternidade

Pais reencontram filho 16 anos capa

Ao fim de muitos anos de busca, essa família finalmente teve um final feliz. Entenda o caso!

Sequestros de recém-nascidos em maternidade são coisas comuns vistas em filmes e novelas, mas que certamente nunca imaginamos que acontecerão conosco.

Provavelmente Rosalía López e Yasir Macías, do México, também pensavam assim, até que tiveram o primeiro filho, Salvador, e acabaram protagonizando uma história muito complicada, que só teve fim 16 anos depois. Uma matéria do Infobae contou como o adolescente sequestrado em dezembro de 2005, no Hospital Ayala, em Jalisco, reuniu-se com os pais biológicos depois de tanto tempo.

O sequestro aconteceu em 15 de dezembro de 2005. Rosalía, que tinha apenas 22 anos à época, conta que foi abordada por uma mulher vestida de enfermeira, que lhe perguntou se o bebê estava bem e se ela havia tomado seus medicamentos.

Uma hora depois, a mulher foi até Yasir pedir para ele se retirar do quarto, pois já tinha terminado o horário de visita, e pegou Salvador, dizendo que o levaria para o berçário para se alimentar. Depois disso, o casal nunca só reviu o filho poucos dias atrás.

Desde que perceberam que o bebê havia sido sequestrado, seus pais jamais deixaram de procurá-lo, e contaram com a ajuda da polícia.

Em setembro de 2021, ao fim de anos de busca pelo filho do casal, o Instituto de Ciências Forenses de Jalisco (IJCF) fez uma análise facial comparativa com base num retrato do menor para determinar como ele poderia estar nos dias atuais.

A partir dessa imagem, começaram operações de busca em El Salto para encontrar o adolescente. Foram meses de procura até que finalmente conseguiram encontrar um jovem que apresentava características similares às do menor procurado.

2 pais reencontram filho 16 anos depois de ser sequestrado na maternidade

Direitos autorais: Reprodução YouTube / MILENIO.

Nesse meio-tempo, a equipe também localizou um adolescente que poderia ser Salvador. Com os dados a favor da família, a equipe logo providenciou testes genéticos tanto no adolescente quanto em Rosalía e Yasir, para identificar algum grau de parentesco. O resultado não poderia ter sido melhor. As análises demonstraram que os três possuíam 99,99% de possibilidade de serem pais e filho.

A notícia se espalhou por todo o país e logo para o mundo, com muitas pessoas se emocionando e desejando um recomeço incrível para essa família que certamente sofreu muito nos anos anteriores.

O governador de Jalisco, Enrique Alfaro, divulgou a notícia em seu perfil no Twitter, aproveitando para reconhecer o trabalho do Ministério Público e do chefe da Coordenação Geral Estratégica de Segurança do Estado, Ricardo Beruben: “Do meu coração, meus melhores votos nesta nova vida que começa hoje”, dizia a publicação do político.

Ricardo também compartilhou a notícia na sua conta na rede social agradecendo as felicitações do governador e acrescentando: “Há notícias que nos impulsionam a continuar trabalhando duro todos os dias, assim: depois de 17 anos, e graças a um trabalho coordenado, Salvador conseguiu descobrir quem eram seus pais depois que foi roubado em 2005”, escreveu.

Apesar do principal objetivo, reunir novamente a família, ter sido concluído, o caso ainda não foi encerrado, isso porque, embora o adolescente tenha sido encontrado pelo Ministério Público, ainda falta descobrir as causas do sequestro, bem como encontrar todos os envolvidos no crime e aplicar-lhes as penas judiciais cabíveis.

Só quem já passou por uma situação similar sabe o quanto é desesperador ter um filho tirado dos seus braços. Torcemos para que essa família tenha um futuro muito feliz, de amor, união e muitos momentos especiais compartilhados.

0 %