Notícias

Sucesso com bordões e músicas, Menor Nico é alvo de racismo nas redes sociais: “Só tenho 15 anos e é pesado ler esses comentários”

Sucesso com bordoes e musicas capa

Adolescente mora na zona rural de Antônio Cardoso e ficou famoso com o hit “Amor ou Litrão”. Ele já foi ouvido mais de 84,5 milhões de vezes em uma plataforma de streaming de música, e o clipe foi assistido mais de 184 milhões em uma página na internet.



Sucesso com bordoes e musicas ft1

Direitos autorais: Reprodução/Instagram

O baiano Menor Nico, que viralizou nas redes sociais com músicas e bordões originais, tem sido alvo constante de racismo nas redes sociais. Na segunda-feira (29), ele compartilhou algumas mensagens com insultos raciais, que recebeu.

O adolescente mora na zona rural de Antônio Cardoso, cidade a 150 quilômetros de Salvador, e ficou famoso com o hit “Amor ou Litrão”, ele já foi ouvido mais de 84,5 milhões de vezes em uma plataforma de streaming de música. O clipe da música foi assistido mais de 184 milhões em uma página na internet.


Menor Nico tem 5,1 milhões de seguidores nas redes sociais, mais de 400 vezes o número da população de Antônio Cardoso, que tem cerca de 11.670 habitantes. Na publicação em que denunciou o racismo que sofre, Menor Nico desabafou e falou sobre pesado fardo de ser insultado por ser negro, ainda na adolescência.

“Eu sempre gosto compartilhar com vocês a minha alegria, a minha diversão, mas é muito ruim ler esses comentários, meu povo. Eu nem queria postar isso com vocês, porque aqui vocês vão me ver sorrindo! Eu só tenho 15 anos e as vezes é pesado ler esses comentários. A todos vocês que estão comigo, vocês me motivam a cada dia mais”, escreveu ele.

Entre as ofensas racistas que recebeu, várias pessoas chamaram o adolescente de “macaco”. Depois de compartilhar com os seguidores as mensagens, o garoto ganhou o apoio de vários artistas, entre eles Carla Perez.

“Meu amor, você é amado por todos nós. Essas pessoas maldosas são dignas de pena”, escreveu ela.


 




Ver essa foto no Instagram



 

Uma publicação compartilhada por MENOR NICO 🚀 | PERFIL OFICIAL (@menor_nicooficial)

Após ir ao “Domingão”, faxineiro da Globo que sonha ser rapper de sucesso vê a vida se transformar e almeja cachê de R$ 5 mil

Artigo Anterior

“Superbebê”: Mãe dá à luz bebê de 7 kg e surpreende pais e equipe médica da maternidade

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.