Notícias

Thales Bretas diz que filho Romeu se incomoda ao ouvir sobre Paulo Gustavo

Foto: Reprodução
Sem Titulo 1 21

Na véspera do aniversário de 1 ano da morte de Paulo Gustavo, o viúvo Thales Bretas contou como foi esse período com a ausência do humorista, que morreu aos 42 anos em decorrência da covid-19.

O médico disse que os filhos Gael e Romeu, de 2 anos e 8 meses, não entendem muito bem sobre a morte do pai.

“Eu introduzo [a figura do Paulo], tento mostrar vídeo, foto, mas sinto que é uma coisa que ainda não tá clara pra eles”, contou em entrevista ao “Mais Você” (TV Globo).

“O Romeu era muito apegado no Paulo. O Paulo passava, Romeu começava a chorar querendo ir pro colo dele. Sinto que quando eu comento do papai Paulo e falo que agora ele tá no céu e é uma estrelinha olhando pra gente, ele muda de assunto, sai de perto, sinto que ele se incomoda de alguma forma”.

“Mas eu tento manter vivo e acho que um dia eles vão entender que o pai sempre foi uma estrela e agora está no céu, brilhando, por eles e pela gente”, disse Thales.

O médico lembrou que Paulo foi internado no dia de seu aniversário, 13 de março. Durante a internação, foram os vários momentos em que a família achou que ele se recuperaria.

Por ser da área da saúde, ele teve a “vantagem” de poder estar hospital, mas conta que não gosta nem de pensar nesses dias. “Foram os mais terríveis da minha vida”.

“Ele tinha muito medo e lucidez, ao mesmo tempo, ele tinha uma calma muita forte”, contou Thales, revelando que Paulo tinha consciência da gravidade de seu caso e chegou a questionar se iria morrer.

“[Eu disse] ‘claro que você vai sair [do hospital], morrer todo mundo pode a qualquer momento, mas isso não vai acontecer com você‘”.

Desfile da São Clemente

thales bretas fala sobre desfile em homenagem a paulo gustavo

Thales Bretas fala sobre desfile em homenagem a Paulo Gustavo – Direitos Autorais: Reprodução/Instagram

Thales Bretas comentou sobre o desfile da São Clemente, escola do Rio de Janeiro homenageou Paulo Gustavo.

“Foi muito forte, mais forte do que eu imaginava. Eu já tinha desfilado uma vez no chão, mas foi muito lindo ver a plateia toda se emocionando, pessoal no camarote, todo mundo cantando. Foi muito forte”, disse em entrevista ao “Mais Você” (TV Globo).

“Eu olhava pra cada um e via cada um cantando muito envolvido, emocionado, umas sorrindo, outras aplaudindo. Eu vi que o amor que ele espalhou realmente o alcança (…) e senti que aquela energia tava subindo mesmo!”.

Início do relacionamento

Thales recordou que os dois foram apresentados por um amigo em comum em uma festa. Eles ficaram nesse dia, mas o médico tinha medo da fama do humorista.

“Na época eu fiquei com medo porque ele já era famoso e tava crescendo na carreira, os amigos conheciam. Eu fiquei com medo de me aproximar e dar errado (…) Essa coisa de assumir publicamente, de se relacionar com uma pessoa pública”, disse.

No entanto, o receio passou justamente quando Paulo viajou para Tóquio. “De lá ele ficou me ligando direto. Eu pensei ‘realmente ele está a fim’. Eu achei lindo e isso foi me motivando”.

O casal foi morar junto com 6 meses de relacionamento e se casaram em dezembro de 2015, após 1 ano e 11 meses de namoro.

Thales contou que já recebeu pacientes gays em seu consultório que falaram que ele e Paulo foram um exemplo de família e que mostraram que esse tipo de relação é possível. Apesar de ficar feliz, ele diz que esses episódios o fazem lembrar do marido.

“Eu tento maquiar [a dor] um pouco com o trabalho, com esse dia a dia puxado, com a rotina que a gente tem. O tempo vai passando com isso, trabalho, estudo, filhos”, disse o médico.

0 %