Notícias

Veja momento em que pai é morto com golpes de facão pelo próprio filho; imagens fortes

filho mata

Uma câmera de segurança registrou o momento em que um jovem, de 23 anos, matou o próprio pai, de 56, com golpes de facão, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. O crime aconteceu em um supermercado e foi presenciado por clientes e funcionários do estabelecimento.

Nas imagens obtidas é possível ver que funcionários do supermercado se direcionam até a porta de entrada do local e assistem a uma confusão que ocorre do lado de fora. Segundo depois, algumas pessoas correm para dentro do comércio e demonstram espanto com as cenas vistas. (Vídeo ao fim da reportagem)

A vítima, identificada como Valter Miranda, então, entra no local já ensanguentada e tenta correr do filho, que o persegue empunhando um facão. Clientes e funcionários tentam se esconder e observam o ataque. Logo após colaboradores deixarem o local, a câmera flagra o momento em que o pai cai sobre uma prateleira e continua sendo atacado pelo filho.

Mesmo no chão e tentando se defender, o homem recebe vários golpes de facão no rosto e no abdômen. Valter consegue se levantar e, mais uma vez, corre para fugir. No entanto, o criminoso vai em direção ao pai, que tenta se defender com as mãos, e o golpeia outras vezes.

A vítima cai no chão e é atacada mais uma vez. Ao se levantar novamente, é esfaqueado de novo. O suspeito a todo momento olha em direção à rua. Valter aparece correndo pelo supermercado, mas o filho continua o perseguindo.

Uma testemunha entra no supermercado e tenta intervir, mas o filho continua com os golpes. O facão chega a cair da mão do criminoso, mas ele o pega de novo e acerta a cabeça do pai várias vezes.

O crime

Valter Miranda trabalhava com o filho em um comércio de assados, na Av. Independência, no bairro Passaúna, em Araucária. O crime teria ocorrido momentos depois de pai e filho se envolverem em uma discussão enquanto trabalhavam.

Uma testemunha relatou à reportagem que a vítima entrou no supermercado pedindo por socorro.

“Muita gente tentou salvá-lo, mas não tinha como. O filho dele estava com um facão. Ele começou a tirar lascas da cabeça do pai dele. Conforme saíam as lascar, o facão caía no chão”, narrou a mulher.

De acordo com ela, o pai, embora estivesse sendo atacado inúmeras vezes, chegou a clamar por piedade para o filho: “Mesmo morrendo, ele pedia pra Deus perdoar o filho dele”.

“Só ouvi o ‘griteiro’. No momento, achei que era um assalto. A gente só correu pra fora. Não tinha o que fazer. O mercado estava cheio de clientes. Os clientes e os funcionários correram pra fora. Ele tinha um facão grande. Horrível. Não tive coragem de chegar lá pra ver”, lamentou.

Prisão

O criminoso foi preso ainda com o facão na mão, no local onde o crime foi registrado. O agente Plath, da Guarda Municipal (GM), relatou que a vítima agonizava no chão quando as equipes chegaram.

“Pedimos para ele soltar o facão e deitar no chão. Ele acatou e largou o facão. Algemamos e foi aí que fomos entender o que estava acontecendo… que era um filho que tirou a vida do pai dentro do supermercado”, relatou Plath.

O agente detalhou que Valter foi atacado, inicialmente, no ponto comercial em que ele trabalhava com o filho. Além disso, explicou que o homem morreu dentro da ambulância.

“O senhor já tinha tomado algumas facadas e, temendo por sua vida, atravessou a rua e foi buscar socorro dentro do mercado. O filho foi atrás e desferiu mais golpes. Ficaram semiamputados os dois braços da vítima. A cabeça toda cortada. A vítima ainda estava falando. Conseguiu falar nome, idade, mas veio a óbito no interior da ambulância. A equipe tentou de todas as formas, mas ele estava muito machucado.”

Segundo Plath, o filho, ao ser detido, disse aos agentes que o pai “encheu o saco demais”. “Me tirou para ‘lóque’ demais, me atentou e fui matar ele”, teria dito ele.

Na delegacia, após ser preso em flagrante, o rapaz teria afirmado que faz uso de remédios antidepressivos e que tinha mágoa do pai.

0 %