Notícias

Walter Casagrande deixa a Globo após 25 anos na emissora

Foto: Reprodução
casagrande

Walter Casagrande não é mais comentarista do Grupo Globo. O ex-jogador fez o anúncio em vídeo em que diz não faz mais parte do esporte da emissora. A Globo confirmou, em nota oficial, a saída e disse que a decisão foi tomada “em comum acordo”.

“Olá pessoal. Vim aqui para avisar a vocês que, depois de 25 anos de TV Globo, seis Copas do Mundo, com cinco finais, incluindo a de 2002 com os dois gols do Ronaldo, três Olímpiadas e diversas finais de campeonato por aí, meu ciclo acabou. Tô saindo da Globo hoje, não faço mais parte do grupo de esporte da TV e vou seguir minha estrada. Na realidade acho que foi um alívio para os dois lados. Um beijo a todos”, disse Casagrande em sua mensagem de despedida.

A Globo enviou uma nota confirmando a saída: “Como jogador, Walter Casagrande Júnior escreveu uma história importante dentro de campo: ídolo do Corinthians, onde foi protagonista da Democracia Corintiana, teve passagem pelo futebol europeu e também defendeu a seleção brasileira na Copa do Mundo de 1986. Fora dos gramados, a trajetória foi também de sucesso. Há 25 anos, ele exerce a função de comentarista, 24 deles na Globo. Um período marcado por grandes momentos, conquistas, emoções, superação e pela autenticidade, uma de suas marcas registradas. Em comum acordo, a parceria entre Globo e Casagrande chega ao fim, mas suas análises estarão para sempre marcadas no almanaque das transmissões de futebol da televisão brasileira.”

Pessoas próximas ao comentarista disseram que seu alto salário e seus comentários políticos sempre contundentes podem ter influenciado a decisão. Por isso a última frase de sua despedida foi “um alívio para os dois lados”.

Na Rede Globo desde 1997, Casagrande trabalhou em Copas do Mundo e Jogos Olímpicos. Além disso, participou dos programas ‘Bem, Amigos’, ‘Seleção SporTV’, ‘Troca de Passe’, ‘Redação SporTV’, ‘Esporte Espetacular’ e escrevia um blog no ge chamado ‘De Peito Aberto’.

Em setembro de 2007, o comentarista sofreu um grave acidente de carro e ficou em coma por 24 horas. Após se recuperar, ele foi internado em uma clínica para dependente de drogas por conta de seu vício em heroína e cocaína — consequentemente parando com as aparições na TV.

Seu retorno à televisão aconteceu em abril de 2009 no Arena SporTV. No mesmo ano retomou as transmissões de partidas de futebol e participou do Globo Esporte.

Antes de ser contratado na Globo, Casão teve uma passagem pela ESPN.