São Pedro e São Paulo, os escolhidos por Jesus para guiar a fé de todos os cristãos

9min. de leitura

Os apóstolos Pedro e Paulo serão exemplos por toda a eternidade de devoção e fé nos ensinamentos de Jesus Cristo, nosso Salvador.



A história de vida dos santos Pedro e Paulo é um exemplo de fé e devoção que deve ser exaltado por toda a eternidade. Eles foram os principais apóstolos de Jesus Cristo, o nosso Salvador, e são considerados dois dos pilares da fé cristã, desde os primórdios.

Pedro era pescador e nasceu em Betsaida, na Galileia. Filho de Jonas e irmão do apóstolo André, ele atendeu ao chamado do próprio Jesus, tornando-se um de seus seguidores mais fiéis.

No seu primeiro encontro, Jesus o chamou de Kepha, que em aramaico significava “pedra”, indicando que ele era o apóstolo escolhido para liderar os primeiros pregadores da fé cristã pelo mundo.


Essa missão está descrita no evangelho de Mateus. “Eu te digo que tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; e eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.” (Mt 16, 17-19).

Pedro é considerado o líder dos doze apóstolos e, ao lado de André e dos irmãos Tiago e João (Evangelista), era um dos mais próximos seguidores de Jesus. Juntos, os três presenciaram alguns dos principais milagres do Messias.

Pedro foi o primeiro apóstolo a ver Cristo depois da ascensão e também presidiu a assembleia dos apóstolos que escolheu Matias para substituir Judas Iscariotes, o traidor.


Também depois da morte do nosso Salvador, Pedro fez seu primeiro sermão no dia de Pentecostes e passou a destinar sua vida a compartilhar os ensinamentos do Filho de Deus. O líder dos apóstolos foi missionário de Jesus e do Seu Evangelho na Palestina, em Antioquia, em Jerusalém e em Corinto. Em Roma, fundou e presidiu a Igreja Católica Romana, conforme seu destino traçado por Cristo. O apóstolo dedicou sua vida a propagar a fé e o amor de Cristo na Terra.

Mas, perseguido por causa de sua fé autêntica, foi preso sob as ordens do imperador Nero, mas nem mesmo em seu leito de morte deixou de lado os princípios cristãos. Pedro pediu para ser crucificado de cabeça para baixo, por se julgar indigno de morrer na mesma posição de Cristo. Seu túmulo se encontra sob a catedral que leva seu nome, no Vaticano.

São Paulo

Tão fiel quanto Pedro, o apóstolo Paulo também foi um dos maiores propagadores da fé cristã. Antes disso, porém, era conhecido como Saulo, o perseguidor dos discípulos de Jesus em  Jerusalém. De boa família, ele nasceu em Tarso, na Cilícia (atual Turquia) e sempre foi dotado de privilégios. Ainda adolescente, foi enviado a Jerusalém, onde estudou religião no templo de Salomão.

Durante cinco anos, foi educado como discípulo de Gamaliel e estudante assíduo das escrituras sagradas, no entanto, assim como boa parte do judeus, Paulo demorou a acreditar que Jesus era o Messias e tornou-se perseguidor das primeiras comunidades cristãs. Conforme relatos históricos, ele inclusive participou do apedrejamento do apóstolo Estêvão.

Paulo só se converteu ao cristianismo depois de ser submetido a uma das maiores provações impostas por Cristo, naquela época.

Enquanto estava a caminho de Damasco, ele teve a visão de uma luz incandescente em que Jesus o questionou sobre as perseguições que encabeçava. Imediatamente, ele ficou cego e, durante três dias, suplicou recuperar a visão através de orações.

Foi quando Ananias, a pedido de Jesus, foi ao seu encontro e o batizou, fazendo com que no mesmo instante ele voltasse a enxergar. Só então Paulo sentiu o verdadeiro poder do cristianismo e passou a acreditar que Jesus era o Filho de Deus.

A partir de então, ele realizou diversas expedições missionárias, pregando o Evangelho de Jesus Cristo por cidades como Tarso, Antioquia, Roma, Alexandria, esta última localizada no deserto da Arábia. Nessa cidade, ele inicia a missão entre os gentios. Em uma de suas viagens, Paulo também trabalhou para perpetuar a fé entre os moradores da Macedônia, Acaia, Filipos, Atenas e Corinto, onde fundou uma comunidade cristã formada por pessoas da camada mais modesta da população.

Ao retornar para Jerusalém, foi acusado de haver pregado contra a Lei, além de ter introduzido um gentio no templo. O apóstolo de Cristo então foi preso e enviado para Roma, onde seria julgado por um tribunal de César, mas um naufrágio impediu a viagem. Mesmo sem ser julgado, Paulo foi obrigado a ficar recluso em casa.

O Apóstolo dos Gentios, como ficou conhecido, então se dedicou a escrever epístolas, das quais treze conseguiram sobreviver ao tempo: 1ª e 2ª aos Tessalonicenses, aos Gálatas, aos Filipenses, 1ª e 2ª aos Coríntios, aos Romanos, a Filêmon, aos Colossenses, aos Efésios, 1ª e 2ª ao Timóteo e aos Hebreus.

Depois de uma vida toda dedicada à fé, em 64, após um incêndio em Roma, Paulo foi novamente preso e levado para os arredores da Cidade Eterna e dois anos depois decapitado. Assim como São Pedro, dia 29 de junho marca a data de homenagens a esse apóstolo tão dedicado aos ensinamentos do nosso Salvador.

Renove a sua fé através das orações a São Pedro e a São Paulo.

Oração a São Paulo

Ó são Paulo Apóstolo, nosso pai e mestre, nós te agradecemos e te suplicamos: reaviva em nós o dom de Deus, guia-nos no conhecimento do amor de Cristo e torna eficazes os frutos do Espírito Santo. Derrama sobre nós o teu amor por todos os povos, faze que perseveremos no serviço do Evangelho, fortes na fé, pacientes na adversidade, alegres na esperança, solícitos na caridade.

Teu exemplo nos oriente para discernir a vontade de Deus e aquilo que Lhe é agradável, nos sustente na dedicação da vida e nos ensine a usar todos os meios para que a Palavra corra e seja glorificada. Por tua intercessão e pela fé de padre Alberione e irmã Tecla, o Deus da consolação nos conceda sentimentos de amor e de unidade, conforte a quem sofre e mantenha viva em todos a esperança.

Faze que, depois de termos combatido o bom combate, possamos receber a coroa de glória, porque também para nós o viver é Cristo, a fé n’Ele é a nossa salvação e o anúncio do Evangelho é a nossa alegria. Amém!


Oração a São Pedro

Glorioso apóstolo São Pedro, com suas 7 chaves de ferro, abra as portas dos meus caminhos, que se fecharam diante de mim, atrás de mim, à minha direita e à minha esquerda. Abra para mim os caminhos da felicidade, os caminhos financeiros, os caminhos profissionais, com as suas 7 chaves de ferro e me dê a graça de poder viver sem os obstáculos. Glorioso São Pedro, tu que sabes de todos os segredos do Céu e da Terra, ouve a minha oração e atende à prece que vos dirijo. Que assim seja. Amém.

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.