Duquesa Meghan Markle recebe muitas críticas por tocar constantemente a barriga, mas especialistas afirmam que isso é benéfico para o bebê



Meghan Markle, desde quando deixou sua carreira de atriz de lado para se tornar esposa de Príncipe Harry e Duquesa de Sussex tem experimentado uma grande mudança de vida.

Antes, quando não fazia parte da família real, tinha costumes totalmente diferentes, mas teve que se adaptar às muitas regras impostas pela posição que agora ocupa.

Além disso, sua vida passou a ser muito mais observada – e julgada – pelo público, visto que agora ela está em uma posição muito importante, acompanhada por pessoas do mundo inteiro e se tornou um espelho para mulheres de todos os lugares, que admiram a vida da família real britânica.

Grávida de seis meses, conforme divulgado pelo site Daily MailMeghan é alvo de comentários muito negativos por pessoas ao redor do mundo nas redes sociais, por um motivo particular, ela toca muito a própria barriga.

As pessoas comentam que Meghan tem essa atitude para chamar atenção, outras até a acusam de não estar de fato grávida, e pedem para que ela pare de colocar a mão na barriga todas as vezes que sai em público, porque todos já sabem que está grávida. Alguns comentários são realmente pesados.

No entanto, de acordo com especialistas, a duquesa não está fazendo nada de errado. Pelo contrário, afirmam que segurar a barriga pode fazer bem para mãe e bebê, trazendo mais calma para Meghan, e consequentemente influenciando nos hormônios do bebê, fazendo com que ele nasça mais tranquilo.



Katherine Graves, fundadora do KG Hypnobirthing, uma empresa destinada à mulheres grávidas está do lado de Meghan:

“É positivo que a mãe toque a barriga, o bebê fica tranquilo e isso cria laços emocionais entre mãe e bebê, esse toque pode evitar a depressão pós-parto e facilita uma conexão saudável entre os dois.”

Hypnobirthing tem como objetivo preparar as futuras mães para darem luz aos filhos de maneira natural e sem dor, reforçando nelas a ideia de que os partos não devem ser temidos, e que é fundamental que estejam relaxadas.

Katherine ainda acrescentou que o hábito de segurar a barriga também pode ser considerado uma técnica pré-natal.

A verdade é que cada mãe sabe o que é melhor para o seu filho, e contanto que não exponha a criança a nenhum tipo de sofrimento, está fazendo um ótimo trabalho.


O que você pensa sobre isso? As críticas estão corretas ou não? Exponha sua opinião nos comentários abaixo!






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.