publicidade

O sexto sentido das mães: essa poderosa voz interior que sempre nos guia pelo caminho certo

Todos sabemos que as mães possuem um sexto sentido único. Elas parecem saber tudo o que vai acontecer conosco e sempre que resolvemos agir por conta própria, ignorando os seus avisos e conselhos, nos deparamos com uma situação que nos mostra que deveríamos ter ouvido o que tinham para dizer.

Todos nós possuímos o sexto sentido, essa intuição muito forte que nos guia e direciona em nosso caminho. Ele funciona como uma bússola interna, e baseado em experiências passadas e em nossa própria personalidade, nos ajuda a tomar decisões rápidas em momentos de necessidade, mas esse dom fica ainda mais intenso durante a maternidade, porque o instinto materno é ativado.



Apesar de muitos acharem que se trata de um mito ou de uma suposição, a verdade é que o sexto sentido está longe de ser uma invenção, já que a ciência já foi capaz de identificar esse “instinto” natural em nossos cérebros, no o córtex cingulado anterior.

Neurologistas da Universidade de Washington de St. Louis publicaram um artigo que explica que o córtex cingulado anterior é uma região localizada quase estrategicamente entre os dois hemisférios, e que se conecta com nossa “mente inconsciente” para alertar sobre situações às quais devemos estar atentos.

Portanto, quando você sentir sua intuição te orientando sobre determinada situação ou quando sua mãe te der um conselho ou aviso, entenda que pode não ser fruto da imaginação ou de suposições, mas sim de alertas do próprio cérebro.

Quando somos mães, nossos cérebros se transformam

Quando uma mulher se torna mãe, seu cérebro sofre algumas mudanças, e experimenta um certo “encolhimento” com o objetivo de se concentrar nas áreas mais emocionais, que se relacionam o sexto sentido.


Com isso, são criadas novas conexões no hipocampo (centro dedicado à memória emocional) e o sistema límbico. Os sentidos se tornam ainda mais apurados, e intuição se torna ainda mais intensa, o organismo se torna preparado para cuidar do filho.

Ainda que muitas pessoas não acreditem no sexto sentido, é um fato que as mulheres se tornam muito mais sensitivas quando se tornam mães. Nelas, o sexto sentido se apresenta como instinto, que as guia a fazerem uma avaliação mais detalhada de alguma situação, e a agir, mesmo contra a vontade de outras pessoas, porque acreditam que estão fazendo o melhor pelos filhos, porque os conhecem como ninguém, e geralmente estão certas.


Por exemplo, uma mãe leva o filho para brincar em algum espaço de recreação infantil enquanto faz compras com uma amiga. Em algum momento durante as compras, ela começa a se sentir estranha e preocupada com a criança, querendo ir ver como está. A amiga pode dizer que não é nada, que o lugar é seguro e não precisa se preocupar, mas o sentimento em seu coração não se acalma. Então ela vai até o lugar, e encontra o filho poucos segundos antes de ele sofrer uma séria queda, que iria machucá-lo seriamente.

Esse é um grande exemplo de como funciona o sexto sentido das mães.

As mães são algumas das poucas pessoas que realmente se preocupam conosco e querem nos ver sempre bem e felizes. Por isso, por mais que algumas vezes os seus conselhos pareçam exagerados, devemos sempre ouvir o que têm a dizer, porque sempre será para o nosso bem!

Você tem alguma história para contar a intuição de sua mãe? Ou, se você é mãe, alguma vez em que seu sexto sentido foi muito importante para seus filhos? Comente abaixo e compartilhe o artigo em suas redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.