Toda mãe é uma heroína que move o mundo, se preciso, para fazer seu filho feliz!

4min. de leitura

O amor de uma mãe é como um superpoder capaz de fazê-la enfrentar tudo e todos para proteger um filho e fazê-lo mais feliz. 



A imagem da heroína habita em nosso imaginário desde quando somos crianças. Por conta dos desenhos animados, das histórias em quadrinhos, idealizamos a imagem de uma mulher que voa pelos ares e é indestrutível. Mas a realidade é que acabamos admirando uma figura que não existe, quando ao nosso lado temos uma verdadeira super-heroína que pode não ter tantos superpoderes, mas é tão forte quanto a Mulher Maravilha. Toda mãe é uma heroína. A elas coube a maior das responsabilidades da humanidade, que é justamente gerar uma vida. Por nove meses, elas carregam dentro de si aquele por quem serão capazes de renunciar à própria vida só para vê-los felizes.

Elas veem seu corpo sendo modificado, enfrentam dores, desconfortos, pois ser mãe também é sinônimo de muita luta.

Mas têm a certeza de que tudo valeu a pena, quando dão à luz e veem suas crias sorrindo pela primeira vez.

Não há nada mais gratificante para uma mãe do que ver um filho sorrindo! Essa é a melhor recompensa que toda mãe quer. É por isso que elas passam noites em claro, preocupam-se e muitas vezes renunciam até ao próprio trabalho, à sua rotina tranquila, porque a partir do momento em que uma mulher é mãe, nada mais lhe importa.


E, para protegê-los, elas são capazes de tudo! Por um filho, uma mãe chora, ri, move o mundo, se preciso for, tudo para garantir que ele esteja bem. Por um filho, ela até perde a compostura, briga, discute, porque ninguém tem o direito de tratar mal a pessoa a quem ela, literalmente, dedica sua vida, os seus esforços e as suas conquistas.

Você, com toda a certeza, já conheceu alguma mãe que manteve, sozinha, um, dois, três ou até mais filhos. Vivemos em um país onde a quantidade mães-solo é gritante, reflexo de uma sociedade machista, que delega a maior parte da responsabilidade de educar um filho às mulheres.

Por isso, muitos homens não se veem na obrigação de manter uma família, dividir obrigações, responsabilidades, e se afastam. Mas, graças a Deus essas heroínas já nasceram com poderes suficientes para salvar os seus filhos de qualquer apuro.


Elas têm capacidade de sobra para educá-los, ensiná-los a ler, a escrever, a trabalhar, mesmo estando sozinhas.

Não existe força mais poderosa do que o amor de uma mãe.

Suas histórias de muitas lutas em busca da felicidade dos filhos podem não estar retratadas no cinema ou em séries de televisão, mas são escritas, diariamente, com muito esforço e, principalmente, muitas vitórias.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.