Um dia você se tonará o pai dos seus pais, e entenderá tudo o que eles viveram

4min. de leitura

A vida acontece em ciclos, a nossa realidade de hoje não será a mesma sempre, e precisamos nos adaptar a essas mudanças, se quisermos viver bem.



Algumas mudanças são mais gentis e nos permitem adaptar com calma a elas, de acordo com o passar do tempo, outras são muito mais bruscas e não nos dão tanto tempo para nos preparar para tudo o que nos espera.

Uma das mudanças mais complicadas que podemos enfrentar é quando nos tornamos pais dos nossos pais. De um momento para o outro, aquelas pessoas que sempre foram o nosso porto seguro passam a depender de nós até mesmo para as tarefas mais simples da vida. Vão perdendo a força, a energia e a disposição, e começa o momento de lhes retribuirmos tudo o que sempre fizeram por nós e nos responsabilizarmos por muitas tarefas da vida deles.

Nem sempre é fácil para nós lidar com essa inversão de papéis. Mesmo que inconscientemente, acreditamos que nossos pais serão eternos, que sempre nos protegerão do mundo e garantirão o nosso bem-estar, por isso vê-los enfraquecendo e perdendo a sua “imortalidade” pode nos machucar profundamente.


Notar sua saúde ficando mais fraca, sua pele mais fina e seus cabelos mais brancos é algo que dói e desperta em nós um sentimento de cuidado muito grande.

Queremos fazer por eles tudo o que já fizeram por nós e garantir sua felicidade, saúde e bem-estar por quanto tempo for possível.

Quando nossos pais vão envelhecendo e nós passamos a assumir a função de seus pais, podemos sofrer bastante, mas também entendemos muitas das coisas que eles viveram enquanto nos criavam, e nos tornamos pessoas mais tolerantes e sábias.

Compreendemos suas imperfeições, erros e falta de paciência, seu cansaço, excesso de proteção e necessidade de educar, aprendemos a valorizar muito mais todos os seus esforços, porque percebemos que tiveram de abrir mão de muitas coisas para nos proporcionar tudo o que tivemos.


Quando passamos a ocupar o lugar dos nossos pais, aprendemos muito mais sobre a vida, tornamo-nos adultos – e pais – mais responsáveis e valorizamos a vida de forma totalmente nova, ou seja, compreendemos que nada dura para sempre e que, por vezes, teremos de seguir nosso caminho sem a companhia das pessoas que mais amamos.

Quando nos tornamos pais dos nossos pais, entendemos tudo o que eles viveram e que ofereceram o seu melhor para nós, e nos comprometemos a honrar a sua vida, fazendo de cada novo dia de vida uma oportunidade de nos transformar em pessoas muito melhores.

Se você é ou já foi pai dos seus pais, comente abaixo o que essa experiência lhe ensinou.

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: Chaiyon Srichiangha/123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.