publicidade

Estudo aponta que o casamento pode diminuir o nível de estresse e aumentar a imunidade!

Pesquisadores explicaram que o nível de cortisol, hormônio relacionado ao estresse, é bem mais baixo em pessoas casadas!



Mesmo que muitas pessoas não concordem, o casamento é uma idealização de grande parte da sociedade. E não é ligada apenas às mulheres. Muitos homens desejam se casar e constituir família, a diferença é que não verbalizam tanto quanto nós.

Existem muitas piadas a respeito do casamento, mas uma coisa é certa: pelo menos aqui, no Brasil, as pessoas não são obrigadas a se casar. Quando vemos humoristas falando sobre o matrimônio, que é uma prisão e tudo mais, não é a verdade absoluta. Muitos homens acabam partilhando da mesma opinião só para não mostrar os sentimentos publicamente.

Claro que a vida muda bastante, quando você resolve dividi-la com alguém. Os interesses se transformam, o comportamento também, e isso é uma construção do próprio casal. Não podemos colocar a culpa do insucesso amoroso de algumas pessoas no casamento. Temos que ter a completa noção de que é uma mudança grande e, se não estiver disposto a encarar, com certeza, será mais complicado.

Contrariando o que muitos falam, o resultado de um estudo publicado na revista Psychoneuroendocrinology, uma pesquisa da Universidade de Carnegie Mellon, nos EUA, explica que a crença em o casamento ser algo ruim é apenas da boca para fora.

O estresse, medido pelo nível de um hormônio chamado cortisol, mostrou-se maior em pessoas solteiras do que nas casadas. A elevação desse hormônio afeta o metabolismo, reduzindo a regulação normal do organismo, causando a queda da imunidade e, consequentemente, progressão de muitas doenças, sendo o infarto uma delas.


Porém, é importante ressaltar que os pesquisadores relacionaram o declínio do hormônio ao estado civil em um ambiente no qual o casamento é favorável. Sabemos que, em outras culturas, o matrimônio não é uma escolha. O estudo também é relacionado a comportamentos sociais saudáveis. Obviamente que uma relação ruim jamais traria resultados bons.

A pesquisa também relatou que essa melhora na qualidade de vida das pessoas casadas se deve ao fato de o hormônio, ao atingir o seu pico máximo, cair mais rapidamente ao longo do dia. Já nos solteiros, esse declínio não é tão acelerado.


O estudo coletou, por três dias, amostras de saliva de adultos saudáveis, entre 21 e 55 anos. Em todos os testes, realizados a cada 24 horas, os participantes casados registraram níveis mais baixos do hormônio.

Essa então está sendo uma forte evidência biológica para demonstrar que o casamento pode sim afetar a saúde de uma forma positiva, até porque nós, seres humanos, somos sociais, nossa evolução como espécie se deve muito ao fato de a nossa interação social ser rica. É saudável para a mente e corpo estar junto com outra pessoa, compartilhar suas alegrias, seus desejos, apoiá-la nos momentos ruins, tudo isso fortalece o vínculo, melhorando todos os setores de nossa vida!

Qual a sua opinião sobre esse estudo? Concorda com o texto? Conte-nos, sua opinião é muito importante para nós.

Compartilhe também em suas redes sociais!

 

Direitos autorais da imagem de capa: Depositphotos.

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.