Pessoas inspiradoras

“A dor não pode ser maior que o nosso amor.” Pai fala sobre sua trajetória comovente e emociona

O relato deste pai revela como o amor incondicional é capaz de fortalecer até nas piores situações. Confira!



Quando algo ruim nos acontece, o que nos segura é a nossa fé e o amor que temos dentro do coração, que é capaz de nos sustentar nas piores situações. Apenas esse sentimento tem o poder de reunir todos os pedaços dentro de nós.

Essa história é comovente por se tratar de uma perda, mas o amor fez com que a situação mudasse. Flávio Gonçalves, conhecido como tenente Bahia, viu o mundo desabar sobre si quando perdeu sua esposa na porta da igreja.

Minutos antes do casamento, Jéssica Victor Guedes, de 30 anos, começou a passar mal e foi levada às pressas para o hospital. Grávida, ela precisou passar por uma cesárea de emergência. Sophia nasceu pesando cerca de 1kg.


Jéssica teve um AVC e não resistiu. Seu companheiro precisou reunir toda força possível para se reerguer diante dessa fatalidade.

Ele precisou se adaptar, pois havia se tornado pai. Mesmo que o momento fosse de completo desespero, uma criança veio ao mundo, precisando de todos os cuidados e muito amor.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ tenente_bahia87.

Sophia nasceu prematura e precisou ficar hospitalizada. Com informações da Crescer, Flávio contou como precisou se ajustar para assumir essa nova função. Por causa da internação de sua filha, as pessoas não podiam visitá-la constantemente e, como todos queriam saber sobre a saúde da pequena guerreira, ele começou a usar suas redes sociais para divulgar as informações.


Essa prática diária se tornou hábito, pois o tenente começava a escrever com o coração, a partir daí percebeu que sua história ajudava outras pessoas, pois ele conseguiu ressignificar a dor, transformou-a em amor, cuidado, carinho e afeto.

Flávio se enxerga como um pai grato, pois Sophia é um milagre. Ele agradece a Deus por ter sido misericordioso por deixá-la viver. Colocando toda a intensidade de seus sentimentos em seus textos, eles começaram a chamar a atenção de mais pessoas. Elas liam seu relato e percebiam que ali existia muita força, um exemplo de superação a ser seguido.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ tenente_bahia87.

Foi nesse momento que ele começou a receber pedidos para colocar suas palavras em um livro. Comentou que não havia pensado nessa possibilidade, foi algo de fora para dentro.


Em oito meses, o livro estava finalizado. Flávio conta que, quando Sophia foi para casa, ele começou a escrever. Usou os momentos noturnos para colocar seu livro em ação. Conciliou seu papel de pai, mãe e neoescritor.

Sua obra reúne muitos textos que escreveu em seu Instagram, contando um pouco de sua infância, de quando conheceu Jéssica, o namoro deles, até o momento que foi o divisor de águas em sua vida.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ tenente_bahia87.

Por isso é tão carregado de superação e ressignificação. Ele conta que antes era um amor de marido, mas agora é o de pai. Decidiu relatar como encarou a paternidade e as dificuldades. Considera-se um pai que precisou muito do materno para entender todas as questões.


Sophia foi prematura, então ele se engajou em ONGs que falavam sobre o assunto, e isso foi de incrível ajuda para sua jornada, tanto que parte da renda com a venda do livro será destinada para ONG e construção de um hospital que se torne referência em atender mães de bebês prematuros.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ tenente_bahia87.

Ele finaliza dizendo que esse livro é um verdadeiro diálogo, pois conversa com as mães que estão passando por situações muito difíceis. Com a leitura, elas conseguem encontrar um ponto de apoio e, por mais que haja dor nele, ela não pode ser maior do que o amor. Ele conclui dizendo que, apesar de tudo, é preciso viver com entusiasmo, ter inspiração na vida e em Deus.

O que achou deste poderoso relato? Conhece alguém que precisou ressignificar um momento para poder viver?


Comente e compartilhe este texto em suas redes sociais!

Policiais se unem e compram móveis e comida para ajudar mãe de 6 filhos em dificuldade!

Artigo Anterior

“Cansei dos olhares persistentes”, declara mulher que realizou mais uma cirurgia para se livrar de julgamento

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.