4min. de leitura

Costureira restaura bonecas do lixo e presenteia crianças carentes no Natal

O Natal é uma época mágica do ano, especialmente para as crianças, é o momento em que elas escrevem cartas ao Papai Noel contando tudo o que fizeram durante o ano, explicando-lhe por que merecem ganhar presentes.



Muitas têm seus pedidos atendidos, mas para outras, cujos pais não dispõem de condições de alimentar a fantasia do Papai Noel, suas cartinhas podem ficar sem resposta por um longo tempo. Felizmente, existem muitas pessoas de bom coração, que se dispõem a apadrinhar algumas cartinhas e presentear crianças ou até mesmo famílias que precisam de um Papai Noel nesse período do ano.

Uma dessas pessoas que fazem a diferença é a costureira Francisca Monteiro Alves, de 67 anos, moradora da cidade de Cariacica, no Espírito Santo. Conhecida como “Chiquita Costureira”, ela resolveu usar o seu dom para transformar o Natal de crianças que gostariam de ganhar presentes, mas seus pais não têm condições financeiras para atendê-las.

O trabalho de dona Francisca consiste em reciclar bonecas e ursinhos de pelúcia que as pessoas jogam no lixo e transformá-los em brinquedos novos em folha, que serão muito bem aproveitados pelas crianças carentes.


A costureira se identifica com essas crianças, porque durante sua infância também não teve condições de ter muitos brinquedos. Ela foi criada junto com seis irmãos, numa família que vivia com o básico.

Restaurar os brinquedos foi uma maneira encontrada por ela para ajudar aqueles que vivem hoje a realidade que ela viveu alguns anos atrás.

Os trabalhos de restauração de bonecas e brinquedos de pelúcia descartados começou em 2016. Ao ouvir de uma amiga sobre a alegria das crianças carentes ao ganhar um brinquedo em datas comemorativas, ela decidiu se tornar uma incentivadora de sorrisos.


“Eu tinha muitos retalhos, arrumei algumas bonecas velhas, revirei até no lixo, consertei todas e doei 43 bonecas (…). Foi quando eu pude ver os sorrisos das crianças e decidi que faria isso sempre, a cada ano em uma comunidade diferente. Em 2018, fiz 111”, diz.

De lá para cá, ela não parou mais, mesmo com obstáculos. Este ano, foi particularmente difícil, mas ela dedicou-se ainda mais para oferecer o melhor às crianças. “Já em 2019, consegui bonecas em condições péssimas, acho que por conta de chuvas e alagamentos, mas recuperei, mesmo as piores, e as deixei bem bonitas.”

Somando-se bonecas e ursinhos, foram aproximadamente 200 brinquedos reformados neste ano.

“Ainda tenho 180 em casa, que serão entregues em Novo Horizonte, Cariacica”, comemorou.

Uma atitude admirável.

Tornar o Natal de crianças mais especial é uma missão digna, que inspira empatia e muito amor. Que a magia dessa data nunca se apague para dona Francisca e que ela tenha um final de ano muito especial.

Se você conhecer outras ações como esta, conte para nós por meio dos comentários abaixo!

 

*Com informações de A Gazeta.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: reprodução.

Você sabia que O Amor está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.