Este marido cuidando da esposa com demência é a maior prova de amor que você verá hoje

5min. de leitura

Feener não se lembra do marido, mas sabe que ele é o único em quem pode confiar. Na imagem que emocionou o mundo, ela aparece dormindo no colo do grande amor de sua vida.



Você já pensou no quanto deve ser maravilhoso encontrar um amor verdadeiro? Mas não um amor repleto de clichês, desilusões, desses que aparecem em comédias românticas do cinema, mas um amor crível, honesto, daqueles que se mantêm firmes mesmo nas adversidades da vida.

Até as pessoas menos românticas ou aquelas que acreditam pouco nesse sentimento talvez já tenham se perguntado se ele realmente existe. Bom, a resposta pode estar na imagem emocionante do casal Stan Taylor e Phyllis Feener.

Em 2012, quando já tinha 52 anos de idade, Feener foi diagnosticada com demência. Até então, sua família acreditava que seus lapsos de memória estavam relacionados com a menopausa, por isso o diagnóstico caiu com uma bomba sobre todos.


Por consequência da perda de memória, ela foi se tornando cada vez mais dependente, mas graças ao destino ela pôde contar com a ajuda do seu parceiro fiel.

Com o diagnóstico positivo para a doença, seu marido decidiu mudar completamente sua rotina e passou a trabalhar a partir de casa.

Ele também criou uma página para pedir doações para custear o tratamento médico da esposa e começou a se dedicar integralmente aos cuidados com ela. Por conta da demência, Feener passou a ter comportamentos infantis e se esqueceu de praticamente todos os seus entes queridos, incluindo o esposo.

Mas, mesmo com o problema, sua única certeza era de que podia confiar naquele senhor simpático, que não media esforços para lhe fazer bem.


Um desses momentos de extremo carinho dos dois foi registrado pela filha do casal, Kelli Taylor, e emociona qualquer pessoa. Na imagem, sua mãe aparece deitada no colo do marido, como se fosse uma criança. Ela dorme tranquila por ter certeza de que está sob a proteção da pessoa mais importante da sua vida e que é capaz de defendê-la de tudo.

A imagem foi postada por Kelli em sua conta no Twitter e logo viralizou. A foto teve cerca de 579 mil curtidas e foi compartilhada por mais de 106 mil pessoas emocionadas com a cumplicidade do casal.

Kelli conta que seu pai se importa com a esposa em tempo integral, mesmo sabendo que ela nem se lembra mais dele. “Se isso não é amor verdadeiro, não sei o que é”, completa a filha do casal.

O registro é lindo e transborda esse sentimento tão puro, mas ao mesmo tempo tão poderoso. O casal Phyllis honrou o juramento feito diante do altar, de se amar “na saúde ou na doença, até que a morte o separe”. E foi exatamente isso o que aconteceu.

Depois de 33 anos de casados, cinco deles lutando contra a demência, Phyllis faleceu em casa, ao lado do grande amor de sua vida.

Ela se foi, mas o exemplo deixado por ela e seu marido, sem dúvida, é uma inspiração para todos nós. Que todos consigamos encontrar um amor que valha a pena e esteja disposto a estar do nosso lado, mesmo nos momento mais difíceis.

Que linda esta história, você não acha?

Deixe o seu comentário e compartilhe-a nas suas redes sociais.

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: reprodução @keenertaylor. Direitos autorais da imagem 2: Reprodução @keenertaylor.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.