publicidade

Filha de cobrador de ônibus e diarista, aprovada em Medicina na USP e Unicamp, dedica vitória aos pais!

Aos 21 anos, Monaliza decidiu-se pela Unicamp, mas também passou em 5º lugar na USP. Ela reforçou que o apoio e esforço de seus pais foram fundamentais para sua aprovação!



Saber reconhecer o esforço e dedicação dos pais é uma das grandes virtudes do ser humano. É necessário sempre enaltecer aqueles que nos dão toda a base para seguir a vida com decência e honestidade. Não importa o grau de estudo ou instrução. Quando pai e mãe querem o melhor para um filho, são capazes de sacrificar tudo. Não há amor maior!

Monaliza Ávila é uma menina de 21 anos, que soube honrar seus pais. Dedicou sua vitória a eles.

Ela foi aprovada em duas grandes universidades do país para um dos cursos de maior concorrência, que é Medicina. Contou ao G1 que, depois de quatro anos de cursinho e longas horas por dia de estudo, conseguiu ser aprovada na Unicamp e na USP.

Ela é filha de diarista e cobrador de ônibus, profissões de grande respeito e valor alto de esforço, mas que algumas pessoas insistem em diminuir ou rebaixar.

Monaliza contou que estudou a vida inteira em escolas públicas, fez curso técnico durante seu ensino médio, na área de informática, mas sabia que não seguiria esse ramo. Por influência de uma professora, conheceu o campus da Unicamp e ficou maravilhada com o curso de Medicina.


Direitos autorais: reprodução G1/arquivo pessoal.

Esse encantamento despertou nela uma vontade muito grande de querer estudar sobre o corpo humano e sentiu que isso poderia ser sua realização profissional. Em 2016, terminou o ensino médio e conseguiu uma bolsa para estudar em um cursinho particular, cujo foco eram cursos concorridos, como Medicina. Relatou que a preparação foi bem pesada.

Sua rotina de estudos iniciava-se às 7h da manhã e acabava às 21h, todos os dias.


Aos sábados, tinha aula de manhã e fazia simulados. O esforço e dedicação de Monaliza valeriam muito a pena. Ela conseguiu aprovação nas universidades federais do Maranhão (UFMA), do Piauí (UFPI), da Bahia (UFBA) e Rio de Janeiro (UFRJ), além da Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

Direitos autorais: reprodução G1/arquivo pessoal.

Mas seu sonho era Unicamp, e ela não desistiu. Fez os vestibulares da USP e Unesp, como teste, para diminuir o grau de ansiedade para a prova da Universidade de Campinas. Essa seria a sua quinta tentativa de passar na Unicamp, onde a concorrência era de 308 candidatos por vaga.

A menina aprendeu o valor do esforço com sua família, que teve dificuldades financeiras, mas via como seu pai era controlado com as contas e sua mãe sempre encontrava alternativas para ajudar.

Ela levava sua comida de casa, não comprava nada na rua. O único gasto externo que tinha era com o transporte.

A jovem reafirma que o apoio dos pais em sua trajetória foi o mais importante. Disse que eles não tiveram a oportunidade de estudar como ela teve. Não conseguiram concluir o ensino fundamental, mas não usaram isso como desculpa, pois sempre incentivaram os filhos a buscarem conhecimento por meio do estudo.

Seus pais sempre tiveram consciência da importância dos estudos tanto para ela quanto para seu irmão. Desde os anos iniciais na escola, eles os incentivaram, conta Monaliza, que se sente muito agradecida pelo apoio e ajuda da família, e conclui dizendo que apenas não conseguiria, se desistisse, pois força ela sempre teve deles.

Muito bonito ver a gratidão genuína de um filho a seus pais, isso é a prova de que o esforço valeu a pena. Não é fácil educar crianças, mas é recompensador vê-los crescer e devolver o carinho, respeito e agradecimento pelos sacrifícios que somente um pai e uma mãe são capazes de fazer.

O que achou dessa história? Conhece alguém que é grato assim pelos pais?

Comente e compartilhe este texto em suas redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.