Filha de porteiro passou em 4 faculdades de medicina, e vai estudar nos EUA

Histórias de superação e vitória são sempre uma ótima maneira de começar a semana, pois elas nos enchem de alegria no coração e esperança de que podemos conquistar nossos sonhos e objetivos de vida, não importa a nossa origem.

Muitas vezes, somos levados a acreditar que, apenas por termos nascido em uma família simples, sem muita estrutura financeira, não seremos capazes de vencer na vida, de conquistar nossos objetivos e criar uma realidade melhor para nós mesmos e nossas famílias, mas isso nem sempre é verdade, e a história da jovem Larryssa prova isso.

Nascida em uma família humilde, filha de um porteiro e de uma secretária, Larryssa certamente já ouviu muitas vezes que deveria desistir e buscar um futuro mais perto da sua realidade, mas persistindo sempre, superando todos os desafios, a jovem de 19 anos realizou o ENEM e foi aprovada em quatro universidades em 2017, e este ano foi selecionada para um curso de oito meses nos Estados Unidos.

Em 2017, ela foi aprovada em medicina na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS) e também na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), universidade escolhida por Larryssa e na qual está cursando o primeiro período do curso.

A jovem tem o desejo de se especializar em neurologia, mas como a matéria ainda está longe na faculdade, se inscreveu em um curso de oito meses e foi selecionada para a The George Washington University.

“Tive opiniões de amigos que disseram ‘não faz slide, faz uma coisa diferente, porque muitos alunos já fizeram e você tem que mostrar uma diferença’. Foi quando optei por apresentar com argumentos e post-its, que eu usei para simbolizar as áreas que eu iria apresentar. Agora, meu plano é terminar minha faculdade lá. Estou lutando para isso”, explicou Larissa em entrevista à TV Globo.

A menina sempre foi muito dedicada aos estudos:

“Sempre fui disciplinada, tanto que, desde pequena, minha mãe fazia horário de estudo comigo. Na sétima série, eu tinha horário de estudo. Sempre tive essa educação voltada para crescer”, diz Larryssa.

Quando temos um objetivo real de vida, começamos a trabalhar em sua realização. Definimos metas e nos motivamos a cada etapa conquistada. O exemplo de Larryssa é incrível e nos mostra que absolutamente nada é impossível para nós, quando acreditamos em nossas próprias habilidades.

Se gostou da história, deixe um comentário abaixo e compartilhe com seus amigos!


Direitos autorais da imagem de capa: Divulgação




Deixe seu comentário