5min. de leitura

Fundação Jon Bon Jovi constrói 77 casas para sem-teto dos Estados Unidos

Bon Jovi é mais um dos inúmeros artistas que entendem sua missão neste mundo.



Já mostramos por aqui um de seus grandes trabalhos sociais: o restaurante que oferece comida a pessoas carentes.

No entanto, outra grande iniciativa do músico de renome mundial também está atraindo a atenção das pessoas.

Bon Jovi, por meio da Jon Bon Jovi Soul Foundation, doou meio milhão de dólares para construção de 77 casas para veteranos de guerra que vivem em situação de rua, em Washington, DC.


Os veteranos de guerra são muito valorizados e respeitados pelos norte-americanos, seus esforços pelo país lhes rendem muitas glórias, mas infelizmente alguns são deixados de lado e acabam vivendo sem nenhum tipo de recurso. Por outro lado, veem-se muitas iniciativas que procuram restaurar a dignidade dessas pessoas.

O projeto do cantor recebeu ajuda da organização sem fins lucrativos “Help USA”, voltada para a causa dos sem-teto nos Estados Unidos. Foram cerca de 10 anos de trabalho até tudo estar devidamente no lugar.


De acordo com o Departamento de Habitação e Desenvolvimento Urbano, 50% dos veteranos desabrigados já foram alojados, mas a meta do projeto é não deixar ninguém de fora.

Bon Jovi anunciou sua doação à causa durante entrevista à CNN, no programa “The lead with Jake Tapper”. Ele comentou sobre o que o motivou a doar o dinheiro:

Muitas vezes, eles (os veteranos) são abandonados e precisam lidar com o TEPT (transtorno de estresse pós-traumático) e a questão de voltar ao local de trabalho depois de deixar o campo de batalha. A vida como conheciam será diferente e, às vezes, as pessoas precisam dessa ajuda extra.

A instalação criada por meio da fundação de Bon Jovi e da Help USA se chama Walter Reed, e possui um pátio, uma academia e uma sala de informática. Para incentivar a reintegração e a criação de relacionamentos novos, o local também abriga um lounge com uma sala de reuniões padrão. Além disso, os veteranos contarão com uma variedade de programas que os ajudarão a se recuperar do tempo em que passaram abandonados. Até 300 veteranos poderão ser abrigados na instalação.

Um grande trabalho, de muita importância para essas pessoas.

No entanto, essa não foi a estreia da fundação de Jon Bon Jovi nesse tipo de iniciativa. Em 1989, ele foi responsável pela construção da instalação Jon Bon Jovi Soul Homes, local recebe pessoas desabrigadas, adolescentes que envelhecem em orfanatos e pessoas de baixa renda.

A irmã Mary Scullion, co-fundadora do projeto, disse: “A maneira mais eficaz de acabar com a falta de moradia é a moradia acessível. Com o tempo, o JBJ Soul Homes dará a centenas de pessoas um lar permanente com serviços de apoio que lhes permitirão florescer.”

Esse novo complexo habitacional foi inaugurado simultaneamente ao lançamento do single “Unbroken”, do cantor. Ele faz parte da trilha sonora do “To be of service”, documentário que mostra os desafios que os veteranos têm com o transtorno de estresse pós-traumático e como seus cães são fundamentais em sua recuperação, eles podem transformar a vida dessas pessoas, como bem sabemos.

Bon Jovi disse que a falta de experiência com a guerra tornou a composição da música um pouco complicada, mas que muitas inspirações o ajudaram a transmitir a sensação de orgulho aos veteranos que ouvissem sua canção.

O cantor ainda anunciou que todos os lucros obtidos com a música seriam entregues à Patriotic Service Dog Foundation, uma ONG que trabalha para unir veteranos e socorristas com cães de serviço, sem nenhum custo.

Quanta ação positiva! Bon Jovi é um artista completo, digno de muita admiração!

Compartilhe este grande exemplo com seus amigos!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: Jon Bon Jovi Soul Foundation.

Você sabia que O Amor está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.