Pessoas inspiradoras

Gênio da ciência: aluna de 13 anos vence professores em competição de ciências!

A menina deu um grande orgulho para a sua escola ao vencer a competição tão disputada. Confira!



Quando pensamos em gênios da ciência, na maioria dos casos, vêm à nossa mente homens e mulheres mais velhos, com óculos, cabelos brancos e jalecos de cientistas. No entanto, a verdade é que esses grandes talentos começam a ser revelados desde muito cedo, das mais diversas maneiras.

Recentemente, uma menina espanhola de apenas 13 anos mostrou que tem um grande talento para a ciência e que pode construir uma carreira promissora nessa área. Segundo contado pelo elDiario, Inés Junquera Lanaspa, que estuda na IES Tiempos Modernos, em Saragoça, conquistou o primeiro lugar na 2ª Liga Nacional de Ciência Absoluta Hi Score.

Essa competição é promovida pelo Hi Score, um premiado jogo de perguntas e respostas de múltipla escolha, com o objetivo de aumentar a cultura científica dos usuários.


O jogo foi desenvolvido por dois institutos de pesquisa: o Instituto de Síntesis Química y Catálisis Homogénea (ISQCH) e o Instituto de Nanociencia y Materiales de Aragón (INMA), e conta com apoio da Fundação Espanhola para a Ciência e Tecnologia, cuidada pelo Ministério da Ciência e Inovação.

A liga de que Inés participou começou em setembro de 2020 e durou até junho deste ano, e teve um torneio on-line mensal, do qual competiram pessoas de toda a Espanha, de todas as idades e níveis de formação, desde o ensino fundamental até professores universitários.

Direitos autorais: reprodução/IES Tiempos Modernos.

Algumas perguntas que os participantes da competição tiveram que responder foram: “Por que a lua não cai em direção à Terra?”, “Por que o Sol fica vermelho ao pôr do sol em dias claros?” e “Quais frutas têm a casca inflamável?”


Outras pessoas além de Inés obtiveram sucesso na competição, como pesquisadores de diferentes universidades do país. As premiações para a competição serão troféus, para os três primeiros classificados, e câmeras reflex, câmeras instantâneas, câmeras esportivas, calculadoras científicas, lâmpadas, capacetes, alto-falantes, entre outros itens.

Como essa competição foi bem-sucedida, os organizadores já anunciaram que haverá a terceira liga, que começará já em setembro deste ano, também com torneios mensais, para participantes de todas as idades.

Para Inés, com certeza, foi uma honra vencer uma competição, que contou com a participação de pessoas muito mais graduadas do que ela. É muito legal poder testemunhar alunos tão novos alcançando desempenhos incríveis em ciências, isso nos faz acreditar que estamos em boas mãos. Desejamos muito sucesso a Inés em seus estudos!


“Isso é paternidade.” Pai faz filho mal-educado correr 10 km debaixo de chuva para aprender sobre respeito

Artigo Anterior

“Me ridicularizavam por limpar o chão”: ex-faxineira venceu preconceitos e se tornou juíza em Goiás!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.